.

.

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Se câmara não aprovar reforma administrativa, prefeito não pode contratar ninguém e cidade pode parar

Vereadores oposicionistas.

É simples assim, ou a câmara autoriza o município de Coroatá a contratar novos servidores. ou a prefeitura irá praticamente ficar paralisada, pois para uma cidade de 70 mil habitantes como Coroatá. somente os 500 servidores efetivos e estatutários lotados na prefeitura não darão conta de manter os serviços básicos para toda a população.

Sem autorização da câmara, o prefeito não poderá por exemplo, contratar os enfermeiros, técnicos, atendentes, motoristas e médicos do SAMU, que atendem a população 24h por dia. É importante que os vereadores oposicionistas pensem bem antes de tentar travar a prefeitura, pois quem deve sofrer é o povo de Coroatá, que inclusive também elegeram tais vereadores.

Portanto, Coroatá toda espera que os vereadores finalmente aprovem o projeto de autoria do município que pede autorização inclusive para diminuir secretarias e cortas gastos, além de formalizar a contratação de milhares de servidores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário