sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Flávio Dino anuncia presidente da Empresa Maranhense de Transportes Urbanos

Novo secretário, José Artur.
Solucionar os problemas de mobilidade urbana, com foco na capital e nas cidades vizinhas, será uma das preocupações do governo de Flávio Dino. Por isto, nesta sexta (24), o governador eleito anunciou o presidente da Empresa Maranhense de Transportes Urbanos, que será criada durante o seu mandato à frente do Poder Executivo.

Este foi um dos compromissos assumidos por Flávio Dino durante a campanha. Após ouvir diversos setores da sociedade civil, surgiu a proposta da criação de um setor especializado em mobilidade urbana e transporte público.

A criação da empresa está prevista no Programa de Governo de Flávio Dino e funcionará como articuladora entre municípios das regiões metropolitanas para captar recursos junto ao Governo Federal e prestar assistência técnica aos municípios, com foco prioritário na Ilha de São Luís.

JOSÉ ARTUR CABRAL MARQUES – Empresa Estadual de Transportes Urbanos

Professor da Universidade Estadual do Maranhão, José Artur Cabral Marques é formado em Engenharia Elétrica e tem pós-graduação em Gestão de Transportes. No seu currículo estão também os mestrados em Planejamento de Sistema e em Engenharia de Automação.

Com 20 anos de experiência no setor privado, José Artur também é Gestor de Pós-Graduação na Universidade Ceuma e tem atuação destacada na prestação de consultoria para grandes empresas nacionais e multinacionais. Foi secretário adjunto de Transportes em São Luís.

À frente da Empresa Estadual de Transportes Urbanos, José Artur terá como foco principal a articulação do transporte público urbano entre os 4 municípios da região metropolitana na Grande Ilha.

Sensus/IstoÉ: Aécio tem 54,6% e Dilma, 45,4%

Aécio e o governador eleito Flávio Dino.

A pesquisa Sensus divulgada nesta sexta-feira no site da revista “IstoÉ” mostrou novamente uma queda na vantagem do candidato Aécio Neves (PSDB) sobre a presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff  (PT) para nove pontos. Enquanto que o candidato tucano está com 54,6% Dilma tem 45,4%.
A pesquisa anterior do instituto, divulgada na última sexta-feira, já havia mostrado uma queda na diferença entre Aécio e Dilma — de 17,6 para 12,8 pontos. Na ocasião, Aécio havia oscilado de 58,8% para 56,4% das intenções de votos válidos e Dilma de  41,2% para 43,6%. A comparação foi feita com a pesquisa Sensus do dia 11.
O estudo divulgado nesta sexta-feira teve a opinião de 2 mil pessoas em 24 estados e 136 municípios do país entre os dias 21 e 24. O número de registro do site do Tribunal Superior Eleitoral é BR-01166/2014.

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Após denúncia, Justiça suspende licitação abusiva do Governo Roseana

Foto: Reprodução/Jornal Pequeno
Juiz diz que licitação abusiva do governo Roseana pode ferir os cofres públicos
A Justiça proibiu, na tarde desta quinta (23), a licitação aberta pelo Governo Roseana Sarney que tinha por objetivo contratar empresa para gerenciar o Sistema Penitenciário do Maranhão por dois anos. O valor foi considerado abusivo e foi denunciado à Justiça pelo deputado estadual Marcelo Tavares (PSB), coordenador da Equipe de Transição designada por Flávio Dino.

Com valor de R$ 1,39 bilhão, a licitação seria realizada na tarde desta quinta (23), às 15h, na Comissão Central de Licitação do Governo do Estado. O valor, que corresponde a nada menos que 10% de todo o orçamento do Estado, foi considerada abusiva pelo juiz Douglas de Melo Martins, que responde pela Vara de Interesses Difusos e Coletivos.

O juiz acolheu a argumentação do deputado, que demonstrou que o contrato pretendido pelo Governo Roseana era abusivo. A licitação transcorreria no final do mandato de Roseana Sarney, o quer descumpre o artigo 42 da Lei Complementar 101/2000. O dispositivo legal proíbe que nos últimos oito meses de administração sejam feitas contratações que não possam ser pagas pelo governo que termina.

Além disto, o juiz salientou que o valor global do contrato ultrapassa o razoável para a contratação desse serviço está muito acima do praticado em todo o Brasil. A título de comparação, o juiz mostrou que o estado do Alagoas gasta mensalmente por preso o valor total de R$ 3 mil, enquanto o contrato proposto por Roseana Sarney dedicaria a cada preso nada menos que R$ 8.891,00 mensalmente.

A decisão, segundo o magistrado, teve por obrigação “resguardar o patrimônio público, especialmente em razão da proibição do enriquecimento ilícito do particular às custas da Administração Pública”. O caso continuará sendo investigado pela Justiça Estadual.

O blog quer saber: quem deverá ser o candidato a prefeito da oposição? Opine

Prefeitura Municipal de Coroatá.
Com as especulações, sugiram diversos nomes no campo da oposição que querem pleitear a vaga de candidato a prefeito de Coroatá, com isso, o blog Coroatá de Verdade quer saber, quem você acha que deverá ser escolhido??? Dê a sua opinião e vote na enquete localizado na coluna direita do blog, abaixo as opções:

Domingos Alberto: É líder sindical, comanda o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Coroatá e é ex vice-prefeito, concorreu nas eleições de 2012, onde obteve 14.095 votos.

Major Alexandre: Tráz consigo um grande carisma e proximidade com a população, já foi candidato a prefeito em 2008 e obteve 665 votos, nas eleições seguintes em 2012, foi candidato a vice na chapa com Domingos Alberto.

Joana da Amovelar: Esposa do ex-prefeito Luis Mendes, foi candidata a prefeita de Peritoró.

Odair José: Evangélico, foi secretário de educação de Luis da Amovelar e é presidente do PDT de Coroatá.

Cássio Reis: Vereador já com 3 mandatos e principal opositor da prefeita Teresa Murad na câmara municipal de Coroatá, costuma realizar importantes ações sociais em povoados e bairros carentes da cidade e é presidente do PSDB de Coroatá.

Ciba:  Ex-vereador e presidente da câmara de Coroatá, já concorreu a prefeitura há muitos anos atrás e busca se viabilizar junto ao governador Flávio Dino já que é ele quem comanda o PCdoB na cidade.

Ricardo Murad destina R$ 11 milhões para ONG envolvida em escândalos de corrupção

Antonio Pereira, deputado aliado do grupo Sarney é o homem por trás de ONG que recebe recursos milionários.
Blog da Ligia Teixeira.

Na enxurrada de ações irresponsáveis do final do governo Roseana Sarney, vem à tona mais um escândalo, desta vez patrocinado pela Secretaria de Saúde do Estado.

A exemplo dos recursos destinados para empresas privadas de confiança da governadora Roseana no setor penitenciário, Ricardo Murad agora faz o mesmo com recursos da saúde.

Segundo deputado estadual Bira do Pindaré (PSB), em extrato com um termo aditivo apresentado hoje (22) na Assembleia Legislativa, o Secretário de Saúde do Estado, Ricardo Murad, cunhado da governadora Roseana Sarney, destinou o valor de onze milhões, onze mil, quatrocentos e seis reais e trinta e seis centavos à ONG Bem Viver, responsável pela gestão do HCM (Hospital Carlos Macieira) e que é ligada ao deputado Antônio Pereira, aliado do grupo Sarney.

Há anos a Bem Viver é citada em casos de corrupção na aplicação de recursos da saúde. A ONG de Antônio Pereira recebeu repasses milionários para promover a reforma de hospitais que jamais foram concluídas.

Iniciadas em 2009, as obras do hospital Carlos Macieira, a maior unidade pública do estado, custaram aos cofres maranhenses até agora, 158, 7 milhões de reais. Outro hospital público, o Aquiles Lisboa, especializado em pacientes com hanseníase, virou um desaguadouro de dinheiro dos maranhenses em uma reforma que dura cinco anos ao custo de R$ 11,4 milhões

Trocando em miúdos: Mesmo derrotado na eleição, o grupo Sarney está tentando se apropriar do orçamento estadual de 2015. Com a palavra , o Ministério Público e a Justiça.

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Diante de inúmeros nomes especulados para as próximas eleições municipais, Manoel Sansão também lança pré-candidatura

O jovem administrador Manoel Sansão, secretário de Finanças do diretório municipal do Partido Comunista do Brasil - PCdoB em Coroatá, diante dos muitos nomes especulados para disputar as eleições municiais que se aproximam rumo ao Palácio Vitor Dias Trovão, também resolveu lançar, sem pompas ou cerimônias a sua pré-candidatura.

O que é digno diante deste momento em que todos os parlamentares, ex-vice-prefeito e ex-candidato a vice-prefeitos derrotados no último pleito, ex-prefeito e ex-secretários, ambos figurando na lista de inelegíveis, agora dizem até, filho de ex-prefeito ou candidata derrotada em cidade vizinha, além do mais o jovem comunista demonstrou muita competência em todos cargos públicos exercidos por ele e tem dado muitas vezes provas da sua honestidade, tendo atuado como tesoureiro nas últimas três campanhas de candidaturas oposicionistas para a Prefeitura Municipal e sendo importante colaborador nesta última que levou a vitória o candidato Flávio Dino, seu correligionário.

Segundo reza uma lenda-verdadeira muito famosa nos bastidores do baixo clero da política local, certa vez Sansão teria sido até hostilizado por liderança das lideranças coroataense por seu zelo pela moralidade com o recurso colocados sob sua administração. Além disso, o jovem figura entre os mais atuantes ativistas nas redes sociais contra os desmandos da atual administração, divulgando incansavelmente as informações que os seus integrantes gostariam de manter distante do conhecimento popular.

O anúncio da pré-candidatura de Sansão ocorreu através de postagem em seu perfil numa rede social no início da noite desta quarta-feira, 22, no qual escreveu espantado com o número de aspirantes a chefia do executivo municipal: "é tanto pré-candidato a prefeito em Coroatá, todos legitimados por direito, pois estou pensando também em lançar meu nome, preciso de um vice alguém se habilita?". Não demorou muito em aparecer o primeiro interessado ou melhor a primeira interessada.

É importante ressaltar que o pai do menino Brayan, figura das mais simpáticas nas muitos arrastões da oposição coroataense, já sai na frente de todos os demais ambiciosos postulantes a mandatário-mor das terras coroataenses, pois já anunciou os primeiros três nomes para a sua equipe de governo se chegar a ser eleito, sendo os seus secretários de Finanças, Assistência Social (pasta a ser ocupada por sua vice) e Comunicação, este humilde jornalista.

Mas antes, o menos prospero dos pré-candidatos deverá vencer sua primeira batalha e talvez maior delas: passar pelo crivo e receber a benção dos ditosos e pomposos membros da oposição coroataense, o que certamente não será nada fácil, como vemos, já que os mesmo parecem nem saber o que desejam.

Não é muito, mas é o que temos por hoje...

Deputado pede na Justiça anulação de licitação abusiva do Governo Roseana 

O deputado estadual Marcelo Tavares (PSB) já recorreu ao Poder Judiciário para pedir a suspensão do processo licitatório do contrato de R$ 1,3 bilhão para gestão do sistema penitenciário. O caso foi denunciado na manhã desta quarta-feira (22) no plenário da Assembleia Legislativa.

O contrato licitado por Roseana Sarney às vésperas de deixar o cargo representa o equivalente a 10% do orçamento total do Estado. Para cada preso, o gasto mensal seria de R$ 8.891,00, valor que representa o dobro da média nacional de gastos no setor, que é de aproximadamente R$ 4 mil.

No documento entregue à Justiça, o coordenador da Equipe de Transição de Flávio Dino, Marcelo Tavares destaca a necessidade da contratação de empresas para prestação de serviços de suporte e apoio à administração penitenciária. “Todavia, é indispensável certificar-se de que a contratação desses serviços seja feita de forma lícita e responsável, afim de que atenda o verdadeiro objeto da contratação com valores equitativos que não lesem o erário”, consta na ação.

A preocupação da Equipe de Transição designada por Flávio Dino para conhecer os contratos vigentes do Estado a partir de 1o de janeiro é garantir que a próxima Administração do Estado seja feita com contratos que cumpram todas as disposições legais da Administração Pública. Isto é, assegurar a legalidade, moralidade e economia nos gastos públicos.

Conforme demonstrado pelo deputado na tribuna e na petição, a licitação aberta pelo governo Roseana Sarney no fim do mandato tem cifras muito acima da média nacional e podem comprometer os cofres públicos estaduais. O deputado afirmou que todo trabalho da transição será feito para impedir abusos do grupo Sarney nos últimos meses de mandato e garantir que o próximo governo tenha condições de implantar as políticas públicas aprovadas amplamente pela população maranhense nas últimas eleições.

Luis da Amovelar já articula candidatura de Dona Joana em Coroatá e Luis Filho em Peritoró

Luis Filho e Joana Movelar ao lado de Luis da Amovelar.
É isso mesmo, mal acabou as eleições estaduais e segundo informações, os "líderes" coroataenses já começam a se articular para a disputa de 2016, quando os coroataenses irão escolher seu prefeito e vereadores. Estão entre os mais articulados, Luis da Amovelar (que é crânio nisso), Domingos Alberto e Major Alexandre.

O ex-prefeito Luis da Amovelar, que está proibido pela justiça e não pode disputar nenhum mandato eletivo até 2022, segundo informações teria prometido a vereadora Lourdinha que a apoiaria para prefeita de Coroatá, caso ela apoiasse Ana do Gás, mas 'Movelar' parece ter repensado o apoio e agora já articula por trás uma candidatura de sua esposa, Dona Joana, a conhecida Joana da Amovelar, com isso, seu candidato em Peritoró seria seu filho, o festeiro Luis Filho, que até o momento ainda não teve nenhuma experiencia eleitoral.

Muitos dizem que o que Luis quer é apenas demarcar território para pelo menos ter força politica para indicar um candidato a vice-prefeito em Coroatá e cair pra dentro de Peritoró com "gosto de Gás", outros já defendem a tese de que Luis estaria ainda chateado com baixa votação de sua candidata em Peritoró que acabou na terceira colocação perdendo para o candidato do prefeito e a do vice-prefeitos, que também são candidatos a prefeito em 2016, com isso Luis abandonaria Peritoró e iria agora apenas pedir votos em Coroatá.

Mas, vale aguardar e ver o que sairá dessa caixinha de surpresa chamada Luis Mendes Ferreira, ou simplesmente Luis da Amovelar.

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Irmã de Teresa Murad moradora do RJ recebia "salário gordo" no governo do Maranhão

Yomar e a deputada estadual recém eleita, Andréa Murad 'tumando' umas no Rio de Janeiro. Foto: Reprodução/Facebook
Essa é de lascar! Rapaz, O Maranhão é hoje segundo todos os indicadores sociais, um dos estados mais pobres da federação, e mesmo sabendo disso, como pode uma família tão rica como a Trovão/Murad ainda tirar milhares de reais todos os meses da boca das crianças carentes deste estado? Sinceramente isso é uma pouca vergonha.

Para assumir um bom cargo em qualquer governo sério, o servidor precisaria de um bom currículo, já no governo do Maranhão, isso não é necessário, basta ser parente de alguém 'importante', e isso dona Yomar Ruth Trovão Moreira Lima, parece ser, veja seu 'curriculum vitae' Yomar é irmã da atual prefeita de Coroatá, Teresa Murad, tia da deputada estadual Andrea Murad e mãe do ex-prefeito Rômulo Augusto, além claro de ser cunhada do (ainda) secretário de saúde do estado, Ricardo Murad. Pronto!! para a ainda governadora Roseana Sarney isso já é o suficiente para a nobre senhora receber um salario gordo e segundo ela mesma, morar no rico estado do Rio de Janeiro (pelo menos é o que diz sua pagina no Facebook). É mole???

Reprodução/Facebook
Foram por histórias como essas que os maranhenses simplesmente cansaram e resolveram romper com essas velhas praticas, elegendo um novo governador. Flávio Dino é o escolhido pelo sofrido povo do Maranhão para mudar essa triste realidade do nosso povo, além disso, Flávio Dino tem também o compromisso de ajudar os coroataenses a se libertarem das oligarquias Trovão/Murad que tanto humilham diariamente os moradores dessa cidade que também clamou e clama por dias melhores.

Em tempo: Ao que parece, governo do estado do Maranhão  está fazendo essas exonerações para entregar a maquina 'enxuta' para o novo governador, ainda não se sabe ao certo quantos milhões o governo pagou para todos esses indicados de políticos a cargos de confiança.

Abaixo a exoneração da irmã de Teresa Murad, que agora, ao que tudo indica deverá fazer parte dos quadros da prefeitura municipal de Coroatá.

Clique na imagem para ampliar.

Domingos Alberto participa de festa dos aposentados e pensionistas do STTR

Na manhã do ultima sábado (17) o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Coroatá realizou uma grande festa em homenagem aos aposentados e pensionistas do INSS, o ex vice-prefeito de Coroatá, Domingos Alberto, que tem histórico de luta em favor dos trabalhadores coroataenses participou da festa ao lado de Antonio Viana, presidente do STTR.

O evento foi marcado por muitas brincadeiras, danças e sorteio de vários brindes aos participantes.

Veja as fotos:


segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Em nota Andrea Murad faz mau agouro ao governo de Flávio Dino e promessas para população

Reprodução/Zeca Soares
Perder uma eleição não é fácil para ninguém, ainda mais para aqueles que investem seus milhões e prometem sumir da política se seus candidatos forem derrotados. O sentimento da derrota fez prefeita internar-se às pressas bem distante dos seus amados munícipes, fez secretário e deputada eleita sumirem por quase um mês.

A deputada eleita Andrea Murad (PMDB) desapareceu de Coroatá no cair da noite daquele fatídico domingo, 05, para a oligarquia Sarney/Murad, não ficou nem mesmo para agradecer os muitos votos que recebeu por aqui, desde então, não se sentiu por essas bandas o cheiro, ou catinga, do super-secretário Ricardo Murad.

Somente nesta segunda-feira, 20, há exatos quinze dias após a saraivada nas urnas a mais nova parlamentar maranhense deus as caras nas redes sociais para agradecer os votos, prometer festa comemorativa e, passando-se pelo esotérico porto-riquenho Walter Mercados que, diga-se de passagem, não acertava muitas previsões, agourar a futura administração do governador eleito Flávio Dino (PCdoB).

"Preocupo-me com o nosso futuro pois os sinais demonstram que teremos tempos difíceis", escreveu com pessimismo a filha da prefeita Teresa Murad (PMDB) que, aliás, usou como argumento o possível estado de saúde da mãe para justificar o seu sumiço da princesa do Itapecuru.

Como já disse, a deputada finaliza sua nota prometendo a todos os maranhenses que "em breve estaremos juntos para comemorar a nossa vitória". Espero, sinceramente, que a moça seja melhor de cumprir promessas que seu pai Ricardão, que jamais cumprirá a promessa feita em cima de palanque aqui mesmo em Coroatá na qual jurou que se concretizasse a iminente derrota do seu candidato, o suplente de senador Edinho Lobão (PMDB), ele abandonaria para sempre a vida pública, alguém acredita que ele cumprirá (risos)?

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Deputado Rubens Jr. se reune com coordenação de campanha da presidenta Dilma Rousseff

Deputado Zé Carlos (PT), Márcio Jerry (presidente do PCdoB-MA), senador Inácio Arruda (PCdoB), Ministro Ricardo Berzoíni (PT) e Deputado Rubens Jr. (PCdoB)
O deputado federal eleito, Rubens Pereira Jr. (PCdoB), participou de uma reunião com coordenadores de campanha da presidenta Dilma Rousseff (PT). A reunião aconteceu no hotel Hollidayinn, no bairro do São Francisco e contou com as presenças do senador Inácio Arruda (PCdoB-CE), do ministro de articulação política, Ricardo Berzoini (PT-SP), além do deputado federal eleito, Zé Carlos (PT), do presidente do PCdoB-Maranhão, Márcio Jerry, do secretário de educação de São Luís, Geraldo Castro Sobrinho (PCdoB), da vereadora de São Luís, Rose Sales (PCdoB), de jornalistas e militantes locais.

O principal tema das discussões foi a importância da reeleição de Dilma Rousseff para o desenvolvimento do estado. Segundo o senador Inácio Arruda, o governador eleito do Maranhão, Flávio Dino, possuí uma proximidade muito grande com o governo petista, o que facilitaria a liberação de recursos para a execução de obras importantíssimas para o desenvolvimento do estado.

Rubens Jr., deputado estadual em seu segundo mandato e o terceiro deputado federal com a maior votação nas eleições deste ano, citou como exemplo da atuação do governo federal a cidade de Matões. "Atualmente, Matões conta com 23 obras em execução, destas, uma está sendo feita com recursos próprios e 22 com recursos federais, nenhuma com a ajuda do governo do estado. Por tanto, temos convicção que precisamos reeleger Dilma Rousseff para construir um Maranhão ainda melhor. No Maranhão o 65 é 13."

Ainda na tarde de hoje (17) às 16:30, está programada uma caminhada no Centro de São Luís em apoio à candidatura da presidenta Dilma. Além dos citados na matéria, o evento contará com a presença da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM).

Patrícia Vieira divulga carta de agradecimento a Bacabal


A candidata do PROS divulgou uma carta na manhã desta terça-feira, 14, em que agradece os votos obtidos no município.

Não eleita na disputa por uma das vagas da Assembleia Legislativa nas eleições do último dia 05, a candidata Patrícia Vieira (PROS) divulgou nesta terça-feira, 14, uma carta falando do resultado. Ela agradeceu os 6.704 votos recebidos, destacou seu trabalho e o empenho do seu marido, o deputado federal José Vieira Lins nesse período de campanha, agradeceu também a todos aqueles que estiveram com ela na caminhada e disse aceitar o resultado como um processo natural e democrático.

 “Quero agradecer às pessoas simples que nos receberam em suas casas, que nos abriram suas portas, que nos incentivaram. Quero agradecer aos abraços apertados e a todas as manifestações de carinho que recebi nesses últimos meses que me dediquei de corpo e alma nesse esforço de convencimento dos bacabalenses”, diz a tesoureira estadual e presidenta do PROS Mulher na carta divulgada.

Leia abaixo a íntegra da carta: 

 Antes de qualquer coisa, meus agradecimentos. Quero agradecer aos quase 7 mil eleitores que foram às urnas para votar em meu nome como candidata a deputada estadual. Tenho certeza que essas pessoas ainda acreditam que a ética é um valor não apenas insubstituível, mas indispensável para quem deseja laborar na vida pública.

Nessa campanha, vi uma cidade que sofre, vi um povo abandonado nos bairros da periferia, convivendo com a poeira e a lama de ruas sem pavimentação, com esgotos escorrendo a céu aberto, sem escolas de qualidade.

Mas, o que mais me doeu mesmo foi ver a situação lastimável em que se encontra a Saúde do nosso município, onde prevalece a insensibilidade mais ultrajante. Como é possível que aceitemos impassíveis que nosso povo sofra, como sofre hoje sem atendimento de qualidade na saúde, sem médicos nos PSFs, sem acesso rápido e muitas vezes urgente a exames? Até quando aceitaremos isso? Espero agora, sinceramente, que a nossa campanha tenha sensibilizado a administração do município para essa situação degradante e humilhante que vive o nosso povo.

Quero agradecer às pessoas simples que nos receberam em suas casas, que nos abriram suas portas, que nos incentivaram. Quero agradecer aos abraços apertados e a todas as manifestações de carinho que recebi nesses últimos meses que me dediquei de corpo e alma nesse esforço de convencimento dos bacabalenses.

Agradeço a todos que me acompanharam nessa caminhada, aos partidos que nos apoiaram. Um agradecimento especial eu dedico ao meu marido José Vieira, meu companheiro incansável, dedicado, íntegro e leal, que esteve sempre ao nosso lado em todos os momentos. É hora de agradecer à nossa militância que nos acompanhou nas longas caminhadas pelas ruas de Bacabal, que se evolveu nesse esforço coletivo de convencimento dos bacabalenses, que deu alegria e vibração à campanha.

Não posso deixar de agradecer à minha família, que compartilhou comigo as alegrias e tristezas dessa campanha, e foi amiga, companheira e solidária. Vocês são meu esteio. Por fim, agradeço a Deus por ter me permitido viver esses momentos e chegar até aqui podendo afirmar, sem ser contestada, a honradez do início de uma vida pública sem máculas. 

Bacabal (MA), 14 de Outubro de 2014 .
PATRÍCIA Flávia Braga VIEIRA Lins

Ótima escolha! Rodrigo Lago será secretario de Flavio Dino

Advogado Rodrigo Lago será o secretário de Transparência e Controle, pasta a ser criada na gestão de Flávio Dino.

Esta secretaria será responsável pelo controle interno da administração, acompanhando os contratos, apurando denúncias e fiscalizando a correta aplicação das verbas públicas. Esta foi uma das principais bandeiras da campanha de Flávio Dino, eleito governador em primeiro turno.

A Secretaria será criada sem que seja adicionado nenhum novo cargo comissionado, apenas com remanejamento de cargos já existentes. Estarão integradas à Secretaria a Corregedoria Geral do Estado e a Controladoria Geral do Estado, visando fazer um governo transparente, honesto e republicano.

O anúncio foi feito por Flávio Dino nesta sexta (17) pelas redes sociais. Conheça o perfil do secretário.

RODRIGO LAGO – SECRETARIA DE TRANSPARÊNCIA E CONTROLE

Com destacada atuação em Direito Constitucional, Rodrigo Lago é advogado há 12 anos. Estudou Direito Constitucional no Instituto Brasiliense de Direito Público – IDP.

É Conselheiro Federal suplente da OAB (2013-2015) e consultor da Comissão Nacional de Estudos Constitucionais da OAB. Faz parte também do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB).

No Maranhão, é diretor-geral da Escola Superior de Advocacia do Maranhão – ESA-OAB/MA (2013-2015), fez parte do Conselho Estadual da OAB como presidente da Comissão de Estudos Constitucionais da OAB/MA (2010-2012). Foi também membro de bancas examinadoras de concursos para a Magistratura e Ministério Público.

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Vereador Cássio Reis defende candidatura de Aécio Neves em pronunciamento

Os oposicionistas Cássio Reis e Raimundo Diogo divergem quanto candidaturas à presidência
Durante o pronunciamento no grande expediente o vereador Cássio Reis (PSDB) defendeu a candidatura do seu correligionário Aécio Neves a presidência da República e o novo modelo governista proposto pelo candidato a ser implantado se for eleito, conforme garantiu.

"O país inteiro sofre com o PT, mas especialmente os maranhenses onde tirou o sonho de muitos ao prometer a refinaria para beneficiar a reeleição de Roseana Sarney em 2010", declarou. O vereador reafirmou ainda que os parlamentares petistas teriam votados contra os programas sociais durante o governo de Fernando Henrique e que agora não reconhecem que estes foram criados no governo do PSDB.

"O povo nordestino e maranhense não pode ficar refém do bolsa família, mas o candidato Aécio Neves reafirma a continuidades e ampliação dos programas de transferência de renda mantido no governo dos petistas", afirmou.

Ainda segundo o vereador tucano após doze anos de governo petista não é possível encontrar no Maranhão nenhum um projeto econômico para o estado. "O que vemos é o partido perdido em um mar de lama”, disparou.

Durante o discurso Cássio Reis afirmou que “no Maranhão só existe a sigla, pois é comandada pelo PMDB de Roseana Sarney, votar na Dilma é contemplar os Sarneys para repetir o governo paralelo, o que atrapalharia muito o nosso governador Flávio Dino”.

“Quem vota em Dilma estará votando nos Sarney e finalizo convocando todos os coroataenses que fizeram a mudança do Maranhão com Flávio Dino que complete a mudança com Aécio Neves”, finalizou.

Dilma/Diogo x Aécio/Cássio - O líder da bancada de oposição Raimundo Diôgo (PT) traçou durante os primeiros trinta minutos do grande expediente que antecederam as falar do seu colega de bancada destacadas acima um paralelo das muitas conquistas do governo petista representado pelo ex-presidente Lula (2003/2010) e do governo tucano comandado por Fernando Henrique Cardoso (1995/2002), finalizou o seu discurso convocando os munícipes para votar mais uma vez para a reeleição da presidenta Dilma Roussef apesar de “suas más companhias” (sic).

Juscelino Araújo solicita através de indicação melhoria de estradas vicinais na zona rural

Juscelino Araújo (PT)
O vereador oposicionista Juscelino Araújo (PT) solicitou através de uma indicação apresentada na sessão desta quinta-feira, 16, o melhoramento da estrada que liga os povoados Negro e Jacaré, com entrada no povoado Bacaba se estendendo ao povoado Santo Antônio dos Maranhenses, bem como a construção de uma ponte que se encontra nas proximidades do povoado Bacabalzinho.

“Trago através desta indicação a voz do povo, ao andar na região do Alto Alegre dos Maranhenses ouço a cobrança dos moradores daquela região, são estradas danificadas no período chuvoso, assim como uma ponte que se encontra quebrada atrapalhando o trânsito de pessoas e veículos”, disse o autor durante a defesa da matéria.

Durante a discussão da proposta o vereador Cássio Reis (PSDB) lembrou que o governo municipal anunciou muitas vezes através do seu líder naquela casa, o vereador Riba Maia (PSC) recursos para a realização de obras com esta finalidade, mas nunca ocorreu.

Em reposta a afirmativa do parlamentar o oposicionista, Maia disparou elogios ao governo que defende, ataques a administração anterior e previsões incertas acerca da administração do futuro governador Flávio Dino (PCdoB), fugindo propositalmente do teor da discussão em questão.

Parlamentares governistas coroataenses reconhecem a derrota e desejam boa administração ao governador eleito Flávio Dino

Riba Maia, líder do governo
Wllisses Muniz, correligionário do candidato derrotado
Desde a primeira sessão após o pleito eleitoral realizada na quinta-feira, 09, os vereadores da bancada que apoia o desastroso governo da prefeita Teresa Murad (PMDB) esqueceram o discurso de ódio e ataques ao governo eleito Flávio Dino (PCdoB), que vinha sendo empreendido ao longo do período que antecedeu as eleições. Em tom de mansidão os governistas reconheceram a derrota do candidato da oligarquia Sarney apoiado por eles a pedido do seu líder Ricardo Murad, o suplente de senado Edinho Lobão (PMDB), e desejaram ao governador recém-eleito “uma boa administração”.

Ainda durante aquela sessão os bons votos à contra gosto foram feitos pelo líder de governo Riba Maia (PSC), mas que não perdeu a oportunidade para alfinetar com discurso terrorista ao final do seu pronunciamento.

E na sessão realizada na tarde de hoje, 16, os parlamentares governistas Camilo Garret (DEM) e Wllisses Muniz (PMDB) também proferiram discursos em prol da administração estadual que se iniciará no primeiro dia do ano de 2015.

O correligionário do candidato derrotado e da ainda governadora Roseana Sarney (PMDB), Muniz aproveitou o seu discurso para cobrar do governador de Flávio Dino o que o atual governo não conseguiu fazer, nem mesmo após as muitas promessas de Ricardo Murad. “Que o seu governo entregue a estrada Coroatá a Pirapemas”, disse ele dirigindo-se ao vereador Cássio Reis (PSDB), que observava sorridente do seu assento e emendou atribuindo a bancada de oposição, bem como aos demais membros da oposição coroataense, o sucesso na vitória de Flávio Dino no município comandado por Teresa Murad (PMDB).

Sistema Mirante sente o peso da vitória de Flávio Dino e inicia demissões de funcionários

Sistema Mirante em declínio com a vitória de Flávio Dino
Do blog do Gilberto Lima

Sistema Mirante em declínio com a vitória de Flávio Dino

Eu sempre disse que os cofres do governo do Maranhão eram os maiores financiadores e mantenedores dos negócios da família Sarney. Montaram um verdadeiro império com o sustentáculo de dinheiro público. O sistema Mirante, por exemplo, fatura algo em torno de R$ 2 milhões por mês do governo. Abocanha a maior fatia do bolo dos recursos destinados à comunicação. Até dezembro, quando se encerra o ciclo de mando da família Sarney, a farra está assegurada. A partir daí, a situação será totalmente diferente. Com o novo governo, essa sangria de recursos milionários será estancada.

Prevendo um futuro de arrocho financeiro, o sistema de comunicação da família Sarney deu início a um processo de enxugamento de seus quadros. Profissionais que ao longo de várias décadas foram fiéis ao grupo estão sendo demitidos. Na primeira lista da degola estão o ‘eterno’ diretor de redação de O Estado, jornalista Ribamar Corrêa, o radialista André Martins e outros diretores. Outros tantos jornalistas e radialistas estão na lista para demissão. Reflexos da vitória de Flávio Dino.

O momento atual parece ser o mais grave do sistema Mirante nos últimos anos. Não é a primeira vez que esse financiamento milionário é estancado. Quando o ex-governador José Reinaldo rompeu com Sarney, a primeira medida foi cortar a mamata. Mesmo assim, não entrou em crise profunda. No entanto, no governo Jackson Lago, com a ajuda de secretários que sempre mantiveram relações com o grupo Sarney, o sistema de Sarney voltara a ser beneficiado com o financiamento dos cofres do Estado. Mesmo com as pancadas diárias, que provocavam o desgaste do governo, Jackson não teve coragem de cortar esse patrocínio.

Com a eleição de Flávio Dino, esse tratamento privilegiado chega ao fim. Por isso, Fernando Sarney está mandando fazer uma reestruturação financeira, demitindo profissionais para reduzir custos. Comenta-se até em possibilidade de venda de todo o sistema. As cifras seriam da ordem de R$ 600 milhões. Dizem que o empresário Paulo Guimarães (enrolado todo), ‘dono’ da TV Meio Norte, de Teresina, teria interesse em adquirir as cotas societárias de Roseana e José Sarney. Passaria, em se concretizando a negociata, à condição de sócio-majoritário. Seria mais um ‘testa de ferro’?

Seria o declínio do maior império de comunicação do norte e nordeste? É a debacle da oligarquia Sarney.

Com articulação de Simplício Araújo, agentes de saúde declaram apoio a Aécio Neves



O deputado federal Simplício Araújo (SD/MA) participou, nesta quarta-feira (15), do ato de lançamento da candidatura do presidenciável Aécio Neves (PSDB). O encontro foi realizado no Hotel Luzeiros, em São Luís, e contou com a presença do senador do Ceará, Tasso Jereissati.

Durante seu discurso, Simplício informou que se reuniu com o presidente da Federação Maranhense dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) para articular com o presidente Raimundo Nonato apoio da categoria ao candidato pelo PSDB. “Os agentes comunitários foram, assim como os médicos, massacrados e tiveram seus direitos negados quando a presidente vetou importantes ganhos da categoria. Por isso, os agentes resolveram se unir nesta campanha em favor de Aécio Neves” disse Simplício.

Por muitos anos os agentes comunitários de saúde não possuíam um piso salarial. Após muita pressão, o Congresso Nacional aprovou a Lei 12.994/2014, fixando o piso dos profissionais em R$ R$ 1.014,00. Durante todo seu mandato, Simplício defendeu a categoria.

Dilma mentiu: Irmã de Aécio prestou serviço voluntário ao governo de Minas


SÃO PAULO - A candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT), errou parcialmente ao acusar o tucano Aécio Neves (PSDB) de nomear parentes para cargos durante sua administração, entre 2003 e 2010, em Minas Gerais. Segundo Dilma, Aécio teria praticado nepotismo ao colocar “uma irmã, um tio, três primos e três primas no governo”. A maioria dos parentes citados por Dilma não poderia ter sido enquadrada na Súmula 13 do STF, que proíbe a nomeação de parentes até o terceiro grau em cargo da administração direta e indireta. Ao mesmo tempo, outra parte poderia ter sido enquadrada. Alguns prestaram serviço voluntário.

Quando citou a irmã de Aécio, a presidente se referiu a Andrea Neves, principal conselheira do tucano, que entre 2003 e 2013 ocupou o cargo de presidente do Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), associação privada sem fins lucrativos criada em 1961 para promover atividades assistenciais em Minas Gerais. No entanto, Andrea prestou serviço voluntário. A associação não faz parte da administração direta nem indireta, mas é ligada diretamente ao governo.

Andrea despachava em uma casa situada ao lado do Palácio da Liberdade, sede do governo mineiro até 2010, na região central de Belo Horizonte. Segundo o estatuto do Servas, o presidente deve ser a primeira-dama do estado, sem que ela seja remunerada por isso. Como Aécio não era casado, coube a ele nomear uma pessoa para o cargo, de acordo com o mesmo estatuto. O tucano escolheu sua irmã.

Durante o governo, Andrea também foi coordenadora do Grupo Técnico de Comunicação Social da Secretaria de Governo de Minas Gerais, criado em 2003 para “coordenar, articular e acompanhar a alocação de recursos financeiros aplicados em publicidade na Administração Pública Direta e Indireta do Poder Executivo estadual”. O decreto 43.245/2003, que criou o grupo consultivo, não previu remuneração para seus integrantes.

A lei 9.608/98, que dispõe sobre o serviço voluntário no país, considera regular a prestação de serviços dessa natureza a órgãos com “objetivos cívicos, culturais, educacionais, científicos, recreativos ou de assistência social”, caso do trabalho desempenhado por Andrea no Servas. No entanto, o mesmo não pode ser dito em relação à coordenação da comunicação do governo. A campanha de Aécio alega que mesmo fora dos critérios de voluntariado, a função de Andrea seria apenas “consultiva”, e não “executiva”.

Com informações do jornal O Globo.