sexta-feira, 17 de agosto de 2018

Roseana abre campanha oficial com fracassos



A ex-governadora Roseana Sarney começou a campanha da mesma forma que terminou o período pré-eleitoral: acumulando fracassos. Nesta quinta-feira, 17, ela esteve nas cidades de Parnarama, Matões e Timon, e colecionou mais vexames com falta de lideranças políticas e da população.

Em Parnarama, primeira parada de Roseana, a reunião aconteceu no quintal da casa do ex-deputado J.J. Pereira. Os discursos para meia dúzia de gatos pingados, realizados debaixo de um pé de manga, ocorreram com os candidatos em pé em cima de uma cadeira de madeira.

Já em Matões a ex-governadora amargou mais um retumbante fracasso. Com pouca presença de público e sem lideranças políticas fortes, ela passou rapidamente pelo município. Em ambas as cidades, Roseana escondeu o vexame das suas redes sociais. Não há um registro de que ela visitou os municípios.

A última parada da ‘princesa da oligarquia’ foi a cidade de Timon. Lá ela foi salva pela ex-prefeita Socorro Waquim, que preparou uma recepção com uma quantidade considerável de pessoas para, pelo menos, Roseana conseguir tirar uma foto com a população maranhense.

O resumo do primeiro dia de campanha oficial de Roseana foi deprimente para as pretensões do clã Sarney em levar as eleições para o segundo turno.

Marrapá.



Veja o ranking dos dez candidatos mais ricos destas eleições no Maranhão

O Blog do Domingos Costa fez uma varredura nas declarações de bens de todos os candidatos que disputam estas eleições no Maranhão, seja para governador, vice, deputado, senador e suplentes. Diante das informações o Blog elaborou um ranking dos dez políticos maranhenses que declararam os maiores valores em riqueza ao sistema de candidaturas no DivulgaCandContas do Tribunal Regional Eleitoral de Maranhão (TRE/MA), até a data final para o registro de candidaturas, nesta quarta-feira (15). Confira abaixo o ranking dos candidatos mais ricos do Maranhão:










Pinto da Itamaraty renuncia candidatura e apoiará Simplicio Araújo



O suplente de senador Pinto Itamaraty (Solidariedade), anunciou que vai desistir da candidatura a deputado federal. Segundo Itamaraty, a desistência se deu em virtude de contribuir com a chapa majoritária e focar esforços no projeto de eleição de Simplicio Araújo e do seu partido, o Solidariedade Maranhão.

O anúncio foi divulgado durante a transmissão ao vivo de um programa de rádio, em São Luís.

“Simplício Araújo tem grande reconhecimento em todo o estado pelo trabalho realizado no governo e pela sua postura na vida pública, além de ter montado um dos melhores quadros de candidatos estaduais que irá impulsionar o seu projeto de chegar a câmara dos deputados” disse o Senador.

Com uma experiência de 10 campanhas no Maranhão, Itamaraty disse que irá coordenar a região metropolitana de São Luís, com comitês e pontos de apoios e somar esforços nas regiões do Munim e Baixada Maranhense, para ajudar a eleição de Simplicio Araújo, contribuindo ainda, com a campanha do Governador Flávio Dino e do candidato a senado, Weverton Rocha.

O Solidariedade, reforçou o time de candidatos e tem uma grande possibilidade de eleger entre 5 e 6 deputados estaduais e um deputado federal, que seria Simplício Araújo, que vem crescendo já entrando nas apostas que o presidente da sigla seja um dos mais votados.

Para deputado estadual, Itamaraty adiou o anúncio e disse que divulgará nos próximos dias, o nome do candidato que irá apoiar, afirmando apenas que será uma pessoa do partido solidariedade.

‘Apoiado por Lula’, Haddad se aproxima de Bolsonaro diz pesquisa XP/Ipespe



Sem a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) mantém a liderança na pesquisa do Ipespe (Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas) contratada pela XP Investimentos. O presidenciável do PSL oscila entre 21% e 23% em dois cenários simulados pelo levantamento.

A diferença na abordagem está na forma de apresentação do ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, provável substituto de Lula nas eleições caso o líder petista seja impedido e concorrer. Quando o nome de Haddad é citado sozinho, ele saiu de 3% para 7% em relação ao levantamento anterior. Apesar do crescimento, ele segue atrás de Ciro Gomes (8%), Geraldo Alckmin (9%) e Marina Silva (11%).

Já quando Haddad é apresentado como “apoiado por Lula”, ele chega a 15% das intenções de voto e assume a vice-liderança. Neste cenário, Marina e Alckmin estão empatados com 9% e Ciro Gomes soma 7% da preferência do eleitor. Nos duas abordagens com o nome do ex-prefeito de São Paulo, “ninguém/branco/nulo” representam 24% das opiniões dos entrevistados.

No cenário que considera Lula como candidato do PT, o ex-presidente lidera com 31%. Bolsonaro vem em seguida com 20% e a quantidade de pessoas que responderam “ninguém/branco/nulo” cai para 13%. Na concorrência com o ex-presidente, Alckmin tem 9%, Marina 8% e Ciro Gomes, 7%.

A pesquisa ouviu mil pessoas por telefone entre os dias 13 e 15 de agosto e tem margem de erro de 3,2 pontos percentuais, para mais ou para menos. A taxa de confiança é de 95,5%. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-02075/2018.

Cenário 1 – com Lula

Lula (PT) – 31%
Jair Bolsonaro (PSL) – 20%
Geraldo Alckmin (PSDB) – 9%
Marina Silva (Rede) – 8%
Ciro Gomes (PDT) – 7%
Alvaro Dias (Podemos) – 5%
João Amoêdo (Novo) – 1%
Henrique Meirelles (MDB) – 1%
Cabo Daciolo (Patriota) – 1%
Vera Lúcia (PSTU) – 1%
João Goulart Filho (PPL) – 0%
José Maria Eymael (DC) – 0%
Guilherme Boulos (Psol) – 0%
Ninguém/brancos/nulos – 13%
Não sabe – 3%
Não respondeu – 0%

Cenário 2 – com Haddad

Jair Bolsonaro (PSL) – 23%
Marina Silva (Rede) – 11%
Geraldo Alckmin (PSDB) – 9%
Ciro Gomes (PDT) – 8%
Fernando Haddad (PT) – 7%
Alvaro Dias (Podemos) – 5%
Henrique Meirelles (MDB) – 2%
João Amoêdo (Novo) – 1%
Cabo Daciolo (Patriota) – 1%
Guilherme Boulos (Psol) – 1%
Vera Lúcia (PSTU) – 1%
João Goulart Filho (PPL) – 0%
José Maria Eymael (DC) – 0%
Ninguém/brancos/nulos – 24%
Não sabe – 6%
Não respondeu – 1%

Cenário 3 – com Haddad apoiado por Lula

Jair Bolsonaro (PSL) – 21%
Fernando Haddad apoiado por Lula (PT) – 15%
Geraldo Alckmin (PSDB) – 9%
Marina Silva (Rede) – 9%
Ciro Gomes (PDT) – 7%
Alvaro Dias (Podemos) – 6%
Henrique Meirelles (MDB) – 2%
João Amoêdo (Novo) – 1%
Vera Lúcia (PSTU) – 1%
Cabo Daciolo (Patriota) – 1%
Guilherme Boulos (Psol) – 1%
João Goulart Filho (PPL) – 0%
José Maria Eymael (DC) – 0%
Ninguém/brancos/nulos – 24%
Não sabe – 3%
Não respondeu – 1%

Falta de mobilização de Murad faz Roseana cancelar mais um evento em Coroatá



Não está nada fácil a vida da candidata a governadora Roseana Sarney, em Coroatá, isso porquê ela está refém de Ricardo Murad que já bateu o pé e disse que ela somente pode visitar a cidade após ele liberar.

O grande problema é que Murad não está nem um pouco preocupado com a eleição em seu principal reduto eleitoral, para se ter noção ele já perdeu o vereador Junior Buhatem (que será presidente da câmara a partir de janeiro), o vereador Josean Veras (atual presidente da câmara), e os demais membros do grupo estão todos de mãos atadas aguardando um OK de Murad que nunca chega, para se ter uma ideia, Murad nem em Coroatá faz questão de aparecer.

Com esse grande desgaste, Roseana resolveu não mais abrir sua campanha na cidade como tinha prometido em vídeo gravado ao lado de Murad, logo após o cancelamento de um grande evento que estava marcado para o mês passado. Ou seja, cancelou um, cancelou dois e agora aguardará mais um cancelamento por parte de Murad.

quinta-feira, 16 de agosto de 2018

Caminhadas em São Luís marcam início oficial da campanha de Weverton



O candidato Weverton (PDT), que pleiteia uma das vagas de senador pelo Maranhão, vai começar oficialmente o período eleitoral com uma caminhada nesta quinta-feira (16), no bairro do João de Deus. O convite partiu da vereadora Fátima Araújo (PCdoB), que também convidou seu correligionário Márcio Jerry, candidato a deputado federal, para dar início às suas campanhas em São Luís.

Em seguida, às 18h, Weverton integra a caravana que vai acompanhar a largada da campanha do governador Flávio Dino à reeleição, com uma caminhada na cidade de Raposa, na região da Grande São Luís. “Vamos apresentar nosso nome ao povo da Raposa e dizer que, junto com o governador, vamos dar continuidade ao trabalho de resgate da dignidade do povo maranhense”, frisou Weverton.

À noite, participa do lançamento da pré-candidatura a deputado de Sérgio Frota, no São Francisco. O primeiro dia de campanha de Weverton termina com a participação do lançamento da pré-candidatura a deputado de Glalbert Cutrim, que vai tentar a reeleição para a Assembleia Legislativa.

Ferramentas de identificação e combate às “fake news” são discutidas em minicurso na Assembleia



As ferramentas de combate às fake news e os meios judiciais para impedir a propagação de notícias falsas foram os destaques do último dia do minicurso “FakeNews: Identificar e Combater”, nesta terça-feira (7), promovido pelo Instituto Maranhense de Estudos sobre Responsabilidade Pública (Imerp), na Assembleia Legislativa. A capacitação foi ministrada pela jornalista e mestranda em Comunicação, Aline Louise, com a participação do advogado Pedro Marinho.

O minicurso, iniciado na segunda-feira (6), apresentou as principais ferramentas para combater às fake news, bem como as consequências causadas pela propagação de notícias falsas. Durante os dois dias de capacitação, os participantes discutiram sobre técnicas de checagem, estudos de casos e ferramentas atualizadas para identificar fake news.

“Falamos, neste último dia, sobre as novidades para perceber a manipulação de imagens e vídeos e quando isso acontece. O objetivo é contribuir para que a opinião pública seja formada a partir de informações verdadeiras”, destacou a jornalista Aline Louise.

O tema também foi abordado à luz da legislação brasileira, apontando o papel do Poder Judiciário no combate às notícias falsas e a quem pode ser atribuída responsabilidade pela produção e divulgação de fake news.

“O Imerp vem trazendo várias situações de interesse público da administração para a sociedade em geral. Hoje, discutimos as ferramentas de identificação de fake news e as maneiras, juridicamente, para combater essas notícias falsas”, disse a advogada Tatiana Costa, assessora da Procuradoria Geral da Alema.

“Foi um curso importante para nós, jornalistas, que lidamos diretamente com a informação e fontes. É, também, fundamental para quem trabalha com assessoria, para sabermos administrar situações desse tipo, caso aconteçam com nossos assessorados”, completou Ellen Serra, assessora parlamentar.

Nem eleição faz Andrea Murad acertar caminho de Coroatá



A deputada estadual Andrea Murad pelo visto não irá dar valor aos coroataenses, em especial seus fiéis escudeiros, nem mesmo com a chegada da eleição. 


A eleição começou oficialmente hoje dia 16, porém, até o momento, Andrea Murad jamais foi vista por Coroatá conversando com uma viva alma se quer. E vai se mantendo complicada a reeleição dela, já que agora ela necessita de pelo menos 50 mil votos pra voltar a assembleia legislativa...

quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Nem Graça Paz quer ser vice de Roberto Rocha



Conhecido no meio político como sem grupo e desagregador, o senador Roberto Rocha vai enfrentando um verdadeiro dilema para encontrar um vice para chamar de seu.

Até mesmo a deputada estadual Graça Paz, que havia sido escolhida como tampão durante a convenção, rechaçou o convite oficial feito após o autointitulado Asa de Avião não encontrar nenhum nome para o posto de vice.

Político de difícil trato, Roberto Rocha vive uma série de dilemas para convencer alguém a embarcar no avião da sua candidatura ao governo do Maranhão com ele. O primeiro deles é a chance quase zero de eleição de Asa.

Diante do atual cenário, ninguém que possua mandato ou que estará disputando algum em outubro deverá compor com Roberto Rocha, já que não vislumbra futuro algum após as eleições. Graça Paz, por exemplo, vai se dedicar na eleição do filho à Assembleia Legislativa.

O outro dilema de RR é a fixação por um vice de Imperatriz. Ele sentou até escritório na cidade com o objetivo de melhorar sua imagem, mas ainda não conseguiu sequer uma liderança para compor sua chapa.

O ex-prefeito Sebastião Madeira seria um nome. Mas ele vai preferir tentar uma vaga na Câmara Federal a embarcar no voo de Rocha.

Com todos esses problemas, o ex-senador da mudança terá que agir rápido para se decidir sobre quem será o seu vice, pois o prazo para a escolha definitiva junto ao TRE está perto do fim.

Deputado Júnior Marreca tem suas contas aprovadas



Em uma sessão tranquila na Câmara de Itapecuru realizada nesta terça-feira, 14/08/2018 foram aprovadas as contas do ex-prefeito Junior Marreca e atualmente deputado federal. Cumprindo todos os trâmites legais pelas comissões da casa, o relator da matéria vereador Marco Azevedo deu parecer favorável à aprovação visto já ter ido até o (TCE) Tribunal de Contas do Estado, para obter mais informações dos procedimentos a serem tomados. Segundo os vereadores não foi dado prejuízo ao município e nem ao povo. Durante o processo de votação faltava juntar algumas certidões que segundo os vereadores não foi possível fazê-lo antes porque o ex-prefeito Magno Amorim trancou e não permitiu o acesso aos documentos, já o atual prefeito Miguel Lauand entendendo que os documentos são públicos, não interferiu e as certidões foram emitidas e juntadas ao processo para serem aprovadas.

Na sessão que aprovou as contas de Junior Marreca, apenas o presidente Carlos Júnior do PTC não compareceu.

Pelo que foi apresentado pelo relator do processo Marco Azevedo, não tinha como não serem aprovadas as contas, visto todas as dúvidas foram sanadas.

Em entrevista a TV Difusora Local o deputado agradeceu aos vereadores e disse saber que tudo seria esclarecido, pois tem feito o melhor pelo povo e para o povo quando prefeito de Itapecuru-Mirim.

terça-feira, 14 de agosto de 2018

Com 3 a 1 pela condenação, pedido de vistas adia resultado de julgamento de Ricardo, Teresa e Neuza



O julgamento sobre a inelegibilidade de Ricardo Murad (PRP), condenado em primeira instância, foi suspenso pelo Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE/MA), após pedido de vistas do juiz Itaércio Paulino da Silva. Até o momento, o julgamento está 3 a 1 para a manutenção da condenação à Murad. A sessão foi adiada para o próximo dia 21 de agosto.

O relator do processo, o juiz Júlio César Lima Prazeres, votou a favor sentença da juíza Josane Araújo Farias, da 8ª Zona Eleitoral, de Coroatá, proferida em outubro do ano passado. Também votaram a favor os juízes Vicente de Paula Gomes de Castro, Welington Cláudio Pinho de Castro. O único a votar contra, até o momento, foi o juiz José Eduardo Moreira.

Faltam apenas o voto de mais dois juízes. Com o placar de 3 a 1, se receber mais dois votos a seu favor. Com o empate, Ricardo Murad dependerá da decisão do presidente do TRE, o desembargador Ricardo Dualibe. Caso tenha algum voto contra dos dois restantes, Murad ficará inelegível e impossibilitado de disputar as eleições para o cargo de deputado federal.

UEMA prorroga inscrições para o PAES 2019



Universidade Estadual do Maranhão prorrogou o período para inscrição no Processo Seletivo de Acesso à Educação Superior (PAES 2019). O Paes seleciona candidatos em cursos de graduação para o primeiro e o segundo semestres do ano de 2019 na UEMA e UemaSul.

Para se inscrever é preciso acessar a aba ‘PAES 2019’ no site do PAES até o dia 17 de agosto. A taxa de inscrição é de R$ 85. São 4.249 vagas em 108 cursos para o ano de 2019, sendo que 645 são destinadas à UemaSul.

Poderá se inscrever o candidato que concluiu integralmente ou esteja cursando o 3º ano do ensino médio em 2018. A primeira etapa do vestibular acontece no dia 21 de outubro e a segunda etapa no dia 25 de novembro. Mais detalhes estão disponíveis no edital.

As provas do PAES acontecerão nos campi da UEMA de São Luís, Caxias, Bacabal, Balsas, Santa Inês, Timon, Grajaú, Lago da Pedra, Zé Doca, Itapecuru – Mirim, Colinas, São João dos Patos, Barra do Corda, Codó, Coelho Neto, Pinheiro, Presidente Dutra, Pedreiras, Coroatá, São Bento. Nos campi da UemaSul as provas acontecerão em Imperatriz e Açailândia.

Simplício Araújo ganha apoio em Presidente Dutra



Um dos maiores empresários da região central do Estado declarou apoio ao pré-candidato a deputado federal Simplício Araújo e a pré-candidata a estadual Cleide Coutinho.

O anúncio foi realizado durante a inauguração de um hotel Nutrilar, mais novo empreendimento do grupo empresarial.

“Eu agradeço a confiança do Aryton nesta importante caminhada. Seu apoio me ajuda nesta luta a favor do crescimento econômico e do emprego e contra a burocracia e outros gargalos. Lutaremos para fortalecer o Maranhão e para a retomada do crescimento do Brasil”, disse Simplício, que também ressaltou o papel do empresário na região.

Durante o evento, foi realizado um culto evangélico, que contou com a presença de trabalhadores, lideranças políticas da cidade e da região, além da comunidade evangélica.


Flávio Dino entra com embargos de declaração contra decisão da juíza de Coroatá



O governador Flávio Dino entrou com recurso (Embargos de Declaração) na própria 8ª Zona Eleitoral de Coroatá para que a juíza Anelise Reginato reveja e modifique sua decisão.

A fundamentação consiste em pontos fundamentais que levaram a juíza a decretar inelegibilidade de Flávio Dino porque considerou o programa Mais Asfalto eleitoreiro. A juíza levantou novos documentos sem dar chance de defesa às partes e já deu a decisão. Os advogados de Flávio Dino tratam do vídeo que a magistrada incluiu sem que nenhuma das partes tenha solicitado e ainda mencionou ter sido peça importante um elemento “completamente estranho ao processo”. “As partes, portanto, foram absolutamente tolhidas das garantidas do contraditório e da ampla “, afirmou a defesa.

Outro ponto crucial foi a imotivada inversão do ônus da prova. Ora, cabe a quem acusa qualquer pessoa provar que o acusado está cometendo um crime. Se a coligação dos Murad alegava que o governador e usou de forma eleitoreira o Mais Asfalto e o governador e os demais acusados alegaram que não, caberia unicamente a quem acusa provar Mas a juíza considerou verdadeiras as falas dos Murad. Por isso, a defesa de Flávio questiona “por qual motivo as alegações da Coligação ‘Coroatá com a Força de Todos’ foram consideradas presumidamente verdadeiras, enquanto coube ao Embargante (defesa) o encargo de demonstrar que as suposições levantadas contra si eram falsas?”

São situações que a juíza de Coroatá agora terá que responder.

“Os tiros de baixarias disparados pela oligarquia Sarney estão saindo pela culatra”, diz Jerry



Um dos principais alvos das perseguições da oligarquia Sarney, o ex-secretário e pré-candidato a deputado federal Márcio Jerry usou as redes sociais para responder aos ataques dos adversários.

“Os tiros de baixarias disparados pela oligarquia Sarney estão saindo pela culatra. Quem é sério não aceita baixaria. E eles desprezam a seriedade do nosso povo. Eles agridem e a Caravana da Mudança vai passando e se fortalecendo a cada dia”, disparou Jerry.

O pré-candidato a deputado federal vem sofrendo ataques da mídia alinhada ao Clã Sarney. Além de investidas contra sua vida pessoal, ele foi arrolado na estabanada decisão da juíza de Coroatá com o intuito de torná-lo inelegível.

Os ataques só têm demonstrado para os maranhenses que o clã Sarney vai apostar todas as suas fichas nestas eleições para voltar a ter acesso aos cofres públicos, se não dá pelo voto, tentam pelo tapetão.

Weverton conquista palanques distintos na região do Médio Mearim



A passagem por Lago da Pedra, neste sábado (11), rendeu ao pré-candidato Weverton (PDT) o apoio de dois grupos políticos distintos no município para seu projeto de alcançar uma vaga no Senado Federal nas eleições de outubro. À tarde, o pedetista participou de um ato político organizado pelo grupo do prefeito Laércio Arruda (PSD). No final do dia, esteve em um jantar com o ex-vereador Pablo Sales (PDT); com a prefeita de Satubinha, Dulcinha (PV), e outras lideranças da região, que também declararam apoio à sua pré-candidatura ao Senado.

Após fazer um de seus conhecidos repentes, declarando seus candidatos, Laércio referiu-se a Weverton como um deputado atuante, que já tem demonstrado trabalho pelo estado e pelo município. “Lago da Pedra tem muito a ganhar com ele no Senado”, afirmou o prefeito da cidade.

Agradecido pelo apoio, Weverton reafirmou seu compromisso com a cidade, que já foi contemplada, em 2016, com uma patrulha agrícola adquirida via emenda parlamentar individual. “Lago da Pedra vai ter um representante para ajudar o município, não só enviando recursos, mas para lutar pela cidade, pela juventude e pelo nosso trabalhador”, garantiu.

O ex-vereador Sales revelou que tem grande admiração por Weverton e pelo trabalho que vem fazendo pelo Maranhão. “Tenho certeza que, como Senador da República, o Maranhão só tem a ganhar com esse grande parceiro, que trava uma luta diária pelo povo maranhense”, disse o líder político.

Pedreiras

Mais cedo o pedetista esteve em Pedreiras, onde participou do lançamento da pré-candidatura do deputado federal Juscelino Filho (DEM) no município. “Juntamente com o deputado Juscelino, lançamos nossa pré-candidatura agrupando um número expressivo de prefeitos, lideranças e populares, que reconhecem nossos mandatos a serviço dos municípios”, pontuou Weverton.

Juscelino destacou o trabalho que o presidente do Diretório Estadual do PDT vem desenvolvendo na Câmara pelos municípios do Maranhão. “Não tenho dúvida de que Weverton será o nosso próximo senador e o mais votado no Médio Mearim e em todo estado”, ressaltou o deputado federal pelo DEM.

Patrimônio de Roberto Rocha salta de R$ 150 mil para R$ 2,2 milhões em 3 anos e meio


O senador Roberto Rocha registrou sua candidatura a governador do Maranhão. Na declaração de bens de Rocha, chamou atenção a mudança de patamar financeiro após três anos e meio como senador. O patrimônio aumentou 15 vezes.

Primeiro que tido como grande empresário, a declaração de Roberto de 2014 foi extremamente baixa, quando declarou possuir apenas R$152.252,30 em patrimônio. “Meus bens estão em inventário. Outros são de pessoa jurídica. Portanto, Roberto Rocha não tem TV, Rádio, avião muito menos helicóptero. Até mesmo a casa em que mora com minha família está no espólio, não é minha. Pelo menos enquanto não for concluído o inventário de meu pai”, justificou à época.

Agora, ou o inventário de Luiz Rocha foi concluído, ou Roberto ganhou muito como senador que não ganhou todos esses anos como deputado federal. Na declaração de 2018, R$2.286.531,13 em bens. A maioria em imóveis. Roberto declarou possuir uma casa de R$ 300 mil e dois apartamentos, sendo um de R$429.112,93 e outro de R$ 1,3 milhão.

Ricardo Murad acusa golpe e está com medo de ficar inelegível



O ex-todo-poderoso do governo Roseana, Ricardo Murad, demonstrou medo com o julgamento que enfrentará amanhã no Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Por meio das redes sociais, o chefe de organização criminosa acusada de desviar mais de R$ 1 bilhão da saúde do Maranhão – segundo a Polícia Federal – emitiu recado sobre sua situação eleitoral.

No final do ano passado, Ricardo Murad teve os direitos políticos cassados por abuso de poder político nas eleições de 2002, quando sua esposa, Teresa Murad, era a prefeita de Coroatá. A decisão foi da juíza da cidade, Josane Araújo Farias, que se afastou pouco tempo depois do cargo em decorrência das perseguições que começou a sofrer da família Murad por conta da sua sentença.

Condenado em primeira instância, Ricardo agora aguarda a decisão do TRE/MA, que será amanhã. Com medo de ficar inelegível e, consequentemente, fora das eleições de outubro, o ex-secretário usou as redes sociais para atacar a imprensa e também o governador Flávio Dino.

Diferentemente do caso de Flávio Dino, Murad foi sentenciado pela juíza de Coroatá com parecer favorável do Ministério Público, o que complica ainda mais a vida do pré-candidato a deputado federal.

Às vésperas do julgamento no TRE, Ricardo acusa o golpe atacando Flávio Dino com a esperança de que seus eleitores se tranquilizem em relação a sua situação. As diferenças, no caso dos dois, são as provas do processo, que no de Murad são bastante contundentes – bem diferente da sentença do governador – e a condenação no Tribunal Regional Eleitoral, que pode sepultar a candidatura do ex-secretário.

O cinismo de Ricardo é tão grande que ele afirma que Flávio Dino está inelegível, mas ele não. Se condenado amanhã, quem estará fora das eleições de outubro é Murad. O governador concorrerá à reeleição normalmente.

Cafeteira desmascara factoides e enquadra Andrea Murad



ira, A sessão plenária desta segunda-feira (13) foi marcada por um embate acalorado entre os deputados Rogério Cafeteira e Andrea Murad. A filha de Ricardo Murad subiu na tribuna para reforçar o discurso do pai contra o governador Flávio Dino. O líder do governo na Assembleia respondeu e calou a parlamentar.

Em um discurso carregado de desfaçatez sobre as buscas de direitos por parte de Flávio Dino no controverso caso da inelegibilidade sentenciado pela juíza de Coroatá, Anelise Reginato, Andrea Murad acusou o governador de perseguição contra a magistrada.

O líder do governo então subiu à tribuna para desfazer o discurso falacioso de Andrea Murad. Ele lembrou do modus operandi da mídia oligárquica, que ataca ou defende representantes da magistratura de acordo com a conveniência. Cafeteira relembrou os ataques virulentos dos sarneyzistas contra promotores que deram pareceres desfavoráveis à oligarquia.

Ele repudiou ainda a forma como o império midiático da família Sarney espalhou fake news sobre a decisão em primeira instância da juíza de Coroatá para tumultuar o processo eleitoral.

“Eu tenho convicção pela decisão, pelo que li, pelo que eu ouvi dos advogados, que a decisão é frágil e que o TRE irá reformá-la, não tenho menor dúvida disso”, finalizou Rogério Cafeteira.

Sem resposta, Andrea Murad preferiu o silêncio.

Decisão de juíza de Coroatá não tem efeito na candidatura de Dino, diz desembargador



O desembargador José de Ribamar Castro, membro da Comissão de Juízes Auxiliares do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE/MA), afirmou, em sentença proferida ontem, que “a decisão que decretou inelegibilidade do pré-candidato Flávio Dino carece de trânsito em julgado ou de confirmação por um órgão colegiado para produzir efeitos no âmbito do registro da candidatura”.

A afirmação do desembargador é bem clara e joga por terra todas as tentativas desesperadas dos sarneyzistas de ludibriar a população e tentar transformar Flávio Dino inelegível antes das eleições. Desde que a juíza de Coroatá, Anelise Reginato, deu sentença pela inelegibilidade do governador, mesmo contra parecer do Ministério Público, a mídia oligárquica explora o assunto como se ele não fosse concorrer à reeleição.

O terrorismo eleitoral da família Sarney tem como objetivo enganar a população e diminuir a intenção de votos de Flávio Dino, que aparece muito à frente nas pesquisas e provavelmente liquidará as eleições ainda no primeiro turno. A estratégia desesperada da oligarquia acabou sendo um tiro que saiu pela culatra, já que a população maranhense repudiou, veementemente, a armação feita em Coroatá para prejudicar a reeleição do governador.

As palavras do desembargador do TRE foram bem claras e a candidatura de Flávio Dino continua mais confirmada do que nunca.