terça-feira, 26 de setembro de 2017

Flamenguistas organizam super telão de Led para assistirem final da copa do Brasil em Coroatá



Um grupo de torcedores do Flamengo, estão organizando uma mega comoração para assistirem o final da Copa do Brasil na praça da prefeitura em Coroatá amanhã, quarta-feira (26).

"É uma maneira de encontramos de todos os torcedores do nosso time querido se confraternizar e torcer por mais essa vitória. Aguardamos a presença de toda a nação rubro negra" disse Helton Cavalcante, um dos organizadores do evento.

O Telão estará disponível desde o inicio da noite aguardando a todos! Participe!!

Patrocínio: Prefeitura de Coroatá, Deputado Rubens Jr, Deputado Humberto Coutinho, Blog Coroatá de Verdade, Deputado Rafael Leitoa, Deputado Bira do Pindaré, Ronnes, Dr Portela, Junior Lar, Lojas Acertos, Paraíba, Visual Modas, BH Calçados, Real Novidades, Drogaria S.OS, Diofilho, Vereador Claudeci, Vereador Josean, Secretário Daniel Sousa, Secretário Jorge Adriano, Rei dos Moveis, Supermercado Central, JK Modas, João Paulo Mousinho, Posto Franco, Posto Alencar, FS Informática, Borges da Van, Fácil Promotora, Antonio Filho Refrigeração, Intimidade Modas, Junior Seabra, Helton Cavalcante, Mini Coxinha, Vinicius e Junior Som.


Obras do Centro de Hemodiálise de Coroatá estão avançadas


Começa a ganhar forma o Centro de Hemodiálise de Coroatá, projeto orçamentado em quase R$ 2.500.000,00 (dois milhões e quinhentos mil reais), investimento que vai atender coroataenses que hoje precisam se deslocar para outros municípios em busca do tratamento, gerando custos e desgaste físico para quem já convive com debilidades.
A construção de um centro de hemodiálise em Coroatá é uma reivindicação antiga e só quem vive ou tem parentes que necessitam, sabe o quanto o tratamento na própria cidade é capaz de melhorar as condições de forma geral.
A obra tem previsão para ser concluída em 180 dias. O centro de hemodiálise deveria ter sido iniciado em 2014 na gestão da ex-governadora Roseana Sarney. Por sua vez, o atual Governo do Maranhão já havia declarado à imprensa que problemas burocráticos atrapalharam o início da maioria das obras que só começaram no final do mês de julho.
Informações publicadas pelo jornalista Eddy Lemos


Guarda Municipal de Coroatá recupera moto roubada



Coroatá Online.

Uma equipe da Guarda Municipal de Coroatá estava cobrindo o evento organizado pela prefeitura, na tarde desta sexta-feira (22) no Povoado Bacabalzinho, quando recebeu a denúncia de que uma motocicleta que teria sido roubada estava escondida dentro de uma residência na localidade.
A guarnição se deslocou até o endereço informado e com a permissão do dono entrou na casa e constatou as mesmas características do veículo, uma Bros laranja de placa OGV 0257 de Caldas Novas-GO. A moto havia sido roubada na vizinha cidade de Timbiras.
O proprietário da casa não soube explicar a procedência da motocicleta e foi encaminhado para a delegacia para prestar esclarecimentos. O veículo encontra-se na DP local.


Deputado Fábio Braga solicita reforma e recuperação do mercado público de Coroatá



Coroatá tem sido um dos municípios maranhenses que mais solicitam obras e serviços públicos ao governo do estado, seja diretamente, através do prefeito municipal Luís da Amovelar Filho, seja por intermédio dos seus representantes na Assembleia Legislativa.

Recentemente e atendendo a um pedido do prefeito e do vereador Macilio Gonçalves, o deputado Fabio Braga – SD, fez chegar indicação de Nº 843 à Mesa Diretora da Casa, solicitando que ela encaminhasse ao secretário de Infraestrutura do Estado, Clayton Noleto, proposta de recuperação e reforma do mercado público daquela cidade.

Na justificativa do pedido, o parlamentar ressaltou que “um mercado público, especialmente numa cidade de interior, era sempre um dos mais importantes e requisitados equipamentos urbanos à disposição da população, porque representava num só tempo, um centro social e econômico, e um centro cultural, já que era um espaço onde as pessoas circulavam com frequência para comprar, vender, trocar, emprestar, se divertir, ou simplesmente interagir” - disse.

Fábio Braga reforçou seus argumentos dizendo que “a cidade estava crescendo e o uso intensivo das instalações do mercado também, provocando uma deterioração natural na vida útil do imóvel, seja pelo comércio formal que ocupa as áreas internas do prédio; seja pelo comércio informal, que toma conta do seu entorno e que é composto majoritariamente por vendedores ambulantes, oriundos da zona rural da própria cidade e de municípios vizinhos, como Timbiras e Codó” -  exemplificou.

E concluiu pedindo aos colegas da Mesa que encaminhassem o requerimento ao secretário Noleto, ratificando o interesse da Assembleia Legislativa em colaborar, também, no equacionamento de tão importante demanda social daquela comunidade.

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Secretaria de Orçamento, Gestão e Finanças realiza audiência pública para demonstrar cumprimento de metas fiscais



A Prefeitura de Coroatá, através da Secretaria de Orçamento, Gestão e Finanças, realizou na manhã de hoje (25), audiência pública para demonstrar o cumprimento das metas fiscais do município relativo ao segundo quadrimestre de 2017. Na oportunidade o secretário Manoel Sansão agradeceu a presença de todos e enfatizou a importância de uma gestão responsável e transparente.

"Primeiro que é nossa obrigação, então estamos cumprindo nossas obrigações com o povo e com a justiça que diz que devemos realizar esta audiência pública de forma transparente e aberta a todos, agradeço a presença dos cidadãos comuns, dos parlamentares de governo e de oposição, além dos membros do governo" concluiu o secretário.

Vale lembrar que um dos pilares de sustentação da Lei de Responsabilidade Fiscal é a transparência da gestão fiscal mediante a participação popular, portando o município de Coroatá tem cumprido com maestria o que manda a lei.



CONVITE


Governo do Maranhão abre processo seletivo com 1.160 vagas para cursos técnicos das unidades plenas do Iema para 2018



Governo do Estado, por meio do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema), lançou na última sexta-feira (22) Edital Iema 016 – Seletivo 0018 para processo seletivo público que visa preencher 1.160 vagas destinadas aos cursos técnicos de ensino médio integral e integrado à educação profissionalizante das unidades plenas do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema). As vagas são destinadas para estudantes que desejam iniciar o primeiro ano do ensino médio nas sete unidades plenas do Instituto em Axixá, Coroatá, São José de Ribamar, Timon, São Luís, Bacabeira e Pindaré Mirim.

O edital foi assinado durante a programação de certificação dos alunos que participaram do projeto “Iema nas Comunidades”, no polo Coroadinho, em São Luís. “Essa assinatura foi para frisar que esse aluno egresso da escola pública é prioridade no Iema e tem a reserva de 80% dessas vagas. O objetivo foi simbolicamente sublinhar essa prioridade e apresentar para todos os jovens estudantes que estão concluindo o nono ano do ensino fundamental a possibilidade de ingressar no Iema pelo seu bom desempenho em língua portuguesa e matemática”, explicou o reitor do Instituto, Jhonatan Almada.

O edital de seleção está disponível no site do Iema no endereço www.iema.ma.gov.br. As inscrições iniciam na próxima sexta-feira.


Em mil dias de governo, Maranhão alcança resultados inéditos na educação

Ao completar mil dias nesta terça-feira (26), o Governo do Maranhão acumula resultados inéditos na educação do estado. São números nunca alcançados anteriormente. Um dos principais destaques é o Escola Digna, o maior programa de recuperação de escolas em toda a história do Maranhão.

Até agora são mais de 620 escolas reformadas, revitalizadas, construídas ou que passaram por manutenção. Isso representa cerca de metade das 1.272 unidades estaduais e municipais da rede pública do Maranhão. É uma escola entregue a cada dois dias de gestão.

Até 2018, serão 300 escolas de taipa substituídas por prédios de alvenaria e com os equipamentos necessários para os alunos e professores. Isso inclui também banheiros adequados e espaço de recreação.



Nota mais alta

Criado em 2015, o programa Escola Digna já colhe resultados expressivos. As notas dos alunos do Maranhão têm subido. O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), por exemplo, mostra que a nota do ensino médio em Português e Matemática subiu de 2,8 para 3,1 entre 2013 e 2015. O aumento é de quase 11%. O Ideb é o principal indicador de educação do País.

Na comparação com outros estados, o ensino médio maranhense ficou à frente de Mato Grosso, Rio Grande do Norte, Sergipe, Alagoas, Bahia e Pará.

Outros índices também mostram evolução. Dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) apontam que, em Matemática, a média do estado passou de 238,65 para 246,56 entre 2013 e 2015.




Escolas integrais

Pela primeira vez na história, o Maranhão tem uma rede de escolas estaduais de ensino integral. Hoje são 18 colégios com esse modelo, incluindo as sete unidades plenas do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia (IEMA).

O número contrasta com o período até 2014, quando não havia escolas estaduais de ensino integral, com exceção de uma unidade que funcionava de modo experimental.

Atualmente, as unidades plenas do IEMA estão em São Luís, Bacabeira, Pindaré-Mirim, Axixá, Coroatá, São José de Ribamar e Timon. É primeira vez na história que o Governo do Maranhão investe em ensino técnico integral. Outras unidades já estão sendo construídas no estado. Além disso, desde 2015 foram implantadas 11 escolas de ensino em tempo integral, com os Núcleos Educacionais.



Salário mais alto

Desde 2015, as remunerações dos professores da rede estadual pública do Maranhão têm subido acima da inflação. Nesse período, o ganho foi de 22,05% para a categoria. Com isso, o valor chegou a R$ 5.384,26 na jornada de 40 horas para docentes em início de carreira, com licenciatura plena. É o maior salário para professores nessas condições em todo o Brasil.

Além disso, mais de 22 mil professores receberam benefícios de progressões, titulações, estímulos e promoções na carreira. Também houve concurso público para 1.500 professores, com os aprovados já exercendo suas funções.

R$ 100 milhões no Bolsa Escola


Criado em 2015, o Bolsa Escola já investiu R$ 100 milhões na compra de material escolar para 1,2 milhão de crianças e adolescentes. É a primeira vez que o Maranhão tem uma iniciativa como essa. É o maior programa de apoio à compra de material escolar do Brasil.

Além de garantir dignidade ao ensino, o Bolsa Escola ativa a economia do Maranhão, gerando oportunidades e emprego. Os estabelecimentos credenciados ficam autorizados a receber os cartões do Bolsa Escola, aquecendo a economia. Em 2017, o valor para cada estudante foi de R$ 51.

O programa atende famílias que são credenciadas no Bolsa Família, com filho entre 4 e 17 anos regularmente matriculados em escolas públicas.

Uniformes para todos
Em uma ação inédita, o Governo do Maranhão entregou neste ano uniformes para todos os alunos da rede pública estadual. São mais de 720 mil fardamentos, com investimentos de R$ 5,6 milhões.

Todos os uniformes foram confeccionados por empresas maranhenses, o que ajudou a gerar renda e empregos. A situação é diferente da verificada em 2014, quando foi contratada uma empresa de fora para produzir 220 mil kits, ao custo de R$ 15 milhões.

Mais vagas no ensino superior

O número de vagas no ensino superior da rede pública estadual aumentou 19% entre os anos de 2014 e 2017. Isso representa 676 vagas a mais. Antes, eram 3.544 vagas na Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), sendo 3.154 presenciais e 390 a distância. Hoje, são 4.220 vagas, todas presenciais.

Em 2017, a Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UemaSul) começou a funcionar, atendendo a um antigo pedido da comunidade acadêmica. Para 2018, está prevista a abertura de 560 vagas na UemaSul.

Weverton recebe novas adesões e consolida pré-candidatura em Imperatriz



Lideranças políticas de todo o estado voltaram a se reunir em apoio à pré-candidatura do deputado federal Weverton Rocha (PDT) ao Senado. O encontro aconteceu em Imperatriz, no sábado (23), e contou com a presença de deputados federais e estaduais, prefeitos, vereadores e lideranças da região Tocantina e de outras regiões do Maranhão. O ex-prefeito de Imperatriz Ildon Marques, que chegou ao evento junto com Weverton Rocha, e o ex-prefeito de João Lisboa, Sálvio Dino, pai do governador Flávio Dino, também levaram seu apoio ao projeto de pré-candidatura.

O evento de Imperatriz foi o sexto realizado este ano. “Ao longo de 2017 construímos um projeto coletivo de pré-candidatura ao Senado, que vem crescendo em adesão e em consistência, pois nos encontros ouvimos as demandas de cada região e fazemos disso uma meta para o desenvolvimento do Maranhão”, declarou Weverton Rocha. O deputado explicou que essas reuniões fazem parte de um trabalho de unir os diversos grupos em torno de um projeto para o estado, ouvindo os representantes do povo e em seguida o próprio povo.

Depois de percorrer o estado, a pré-candidatura já recebeu o apoio formal de 129 prefeitos, 11 deputados federais, 29 deputados estaduais e centenas de vereadores e lideranças regionais.

O presidente estadual do PCdoB e secretário estadual de Articulação Política, Márcio Jerry, que já compareceu a vários encontros avalia que essa jornada tem demonstrado a capacidade do deputado Weverton Rocha de somar e unir as lideranças. Em Imperatriz, ele reafirmou o apoio do PCdoB ao projeto. “O deputado Weverton caminha de forma muito resoluta, agregando e unificado ponto de vistas à sua pré-candidatura para a eleição do ano que vem.”

Um dos primeiros apoiadores do projeto, o ex-deputado estadual Rubens Pereira diz que esta é uma candidatura diferente de todas as outras que já foram lançadas no Maranhão. ”É uma candidatura que está nascendo das bases, dos mais humildes, do eleitor, do vereador, do prefeito, do deputado estadual e do deputado federal. Chegamos a Imperatriz depois de percorrer o Maranhão quase todo, com uma política diferente, que o povo do Maranhão ainda não conhecia, porque os candidatos a senadores eram determinados pela cúpula e agora não”, afirmou.

Em sua primeira participação, o prefeito Lindomar, de Marajá do Sena, disse que se dispôs a apoiar a pré-candidatura de Weverton Rocha ao Senado Federal por entender que é um jovem promissor, que trabalha por seu estado. “Com o não que disse a Temer conquistou meu voto e tenho certeza que vai conquistar o voto do Maranhão”, acrescentou.

Congresso inicia corrida pelo dinheiro para financiar a campanha de 2018



El País – Parlamentares brasileiros iniciam nestas próximas duas semanas uma espécie de corrida pelo ouro. De olho no financiamento das próprias campanhas em 2018, senadores e deputados têm até o dia 7 de outubro para encerrarem as votações dos projetos que tratam de alterações das regras eleitorais. Se qualquer mudança dentro do pacote da reforma política ocorrer após esse período, ela não poderá ser considerada para o próximo pleito. Por isso, a pressa em definir uma nova forma de obter recursos para as candidaturas.

Desde a eleição de 2016, a doação empresarial está proibida. Com as torneiras fechadas, os partidos e candidatos arrecadaram em 2016 quase a metade do que obtiveram em 2012, conforme dados do Tribunal Superior Eleitoral. No pleito de 2012, todas as campanhas custaram juntas 6 bilhões de reais. Em 2016, foram 3,3 bilhões de reais. A preocupação dos políticos é que a redução dos valores que eles recebiam para a disputa possa interferir em suas reeleições. A última eleição mostrou, em parte, que os ricos candidatos que se autofinanciaram tinham mais chances de vencerem. E sem os recursos das empresas, a estratégia é criar um fundo com recursos públicos.

A primeira tentativa de implantação de um fundo eleitoral naufragou. Uma proposta de emenda constitucional, relatada pelo deputado Vicente Cândido (PT-SP), que criava uma fonte de recursos públicos no valor aproximado de 3 bilhões de reais foi derrotada na Câmara dos Deputados porque não atingiu o quórum mínimo de 308 votos dos 513 parlamentares. A forte reação popular a essa medida interferiu neste resultado. Neste cenário, restou aos congressistas apostarem em uma nova proposta, que está tramitando no Senado e prevê mesclar recursos que já são gastos com a compensação fiscal para emissoras de rádio e televisão em anos não eleitorais a través de emendas parlamentares.

O projeto, relatado pelo senador Armando Monteiro (PTB-PE), não deixa claro qual seria esse valor exato a ser usado para o financiamento. Mas uma estimativa feita pela Receita Federal prevê que as concessionárias de rádio e TV recebam cerca de 1 bilhão de reais em compensação fiscal por ano para poder veicular essas propagandas. Ou seja, a cada dois anos, 2 bilhões de reais seriam entregues aos partidos para financiarem as eleições. Em ano não-eleitoral as rádios e TVs deixariam de divulgar gratuitamente as propagandas para que seja possível fazer esse caixa. A divulgação só ocorreria nos anos em que houver eleição. Somado a esse valor, ainda estariam as emendas que os deputados e senadores fariam ao orçamento anual. “Queremos um modelo de financiamento, sem usar recursos novos do Orçamento da União”, afirmou o presidente do Senado, Eunício Oliveira.

Se houver sobra de recursos, os valores serão devolvidos ao Tesouro Nacional. A administração dele, inicialmente, seria feita pelo Tribunal Superior Eleitoral. A proporção seria a seguinte: 2% do valor total distribuído igualitariamente entre os partidos registrados no TSE; 75%, divididos conforme a votação que os partidos obtiveram na Câmara e segundo o número de deputados eleitos; os outros 35% de acordo com a representação no Senado. Ou seja, só sobreviveriam os partidos que conseguirem eleger números representativos de parlamentares.

Além do financiamento, esse projeto relatado por Monteiro cria regras para a campanha em todos os meios de comunicação, trata dos limites para gastos na disputa e do prazo para registros de candidaturas. A expectativa é que ele seja votado no Senado na próxima terça-feira. Na sequência, tem de ir para a Câmara.

O caminho inverso deve ser feito por uma proposta de emenda constitucional que extinguiu as coligações partidárias a partir de 2020 e criou uma cláusula de barreira para que partidos tenham acesso a outro fundo público, o fundo partidário. Aprovada na Câmara na semana passada, faltam detalhes para serem votados nas próximas sessões. Quando essa análise for concluída na terça ou quarta-feira, a proposta segue para o Senado, que pretende votá-la até a outra semana. Se tornar-se lei, essa emenda constitucional deverá interferir diretamente no número de partidos políticos existentes no Brasil. A estimativa é que, até o ano de 2030, a quantidade de legendas com representação no Congresso caia das atuais 25 para 11.

Petrobras eleva em 6,9% preço do gás de cozinha, 2ª alta do mês



SÃO PAULO (Reuters) ­ O Grupo Executivo de Mercado e Preços (Gemp) da Petrobras decidiu elevar em 6,9%, em média, os preços do gás liquefeito de petróleo (GLP) para uso residencial vendido em botijões de até 13 kg, a partir de terça-­feira (26), segundo comunicado.

"Este reajuste repassa a variação de preços do mercado internacional apresentada ao longo de agosto conforme política anunciada pela companhia", afirmou a estatal nesta segunda-feira. No início de setembro, a Petrobras já havia anunciado uma alta de 12,2% no preço do botijão de gás, citando os impactos da tempestade Harvey na principal região exportadora do produto, além de uma situação da baixa oferta. 

A decisão desta segunda-­feira aplicasse exclusivamente ao GLP de consumo residencial em botijões de 13 kg e o ajuste anunciado foi aplicado sobre os preços praticados sem incidência de tributos. Se a alta for integralmente repassada aos preços ao consumidor, a companhia estima que o preço do botijão pode ser reajustado, em média, em 2,6%, ou cerca de R$ 1,55 por botijão, isso se forem mantidas as margens de distribuição e de revenda e as alíquotas de tributos.

Governo vai revogar decreto que extinguia Renca; área voltará a ficar sob proteção



O Governo federal deve anunciar ainda nesta segunda-feira (25) a revogação do decreto que extinguia a Reserva Nacional do Cobre e Associados (Renca), uma área com mais de 4 milhões de hectares que fica na divisa entre o Sul e Sudoeste do Amapá com o Noroeste do Pará.

A informação foi confirmada à GloboNews por assessores do presidente Michel Temer e a revogação deve ser anunciada oficialmente pelo ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, em uma entrevista coletiva.

Na prática, volta a vigorar o decreto baixado em 1984, durante a ditadura militar, e que criou a reserva. Do total de hectares, cerca de 2,3 milhões ficam em território amapaense, em áreas dos municípios de Laranjal do Jari, Pedra Branca, Mazagão e Porto Grande.

Apesar de desistir da extinção da reserva neste momento, o governo deve anunciar que serão feitos estudos e consultas públicas para avaliar se a área, no futuro, deve ou não ser aberta para pesquisa e exploração, como previa o decreto que será revogado.


Repercussão negativa
O governo Michel Temer foi alvo de críticas, inclusive internacionais, pela decisão de extinguir a Renca, oficializada no final de agosto.

Organizações não-governamentais e ambientalistas acusaram o governo de ceder a interesses comerciais em detrimento do meio ambiente com a publicação do decreto e liberação da exploração mineral em parte da área. A região tem potencial para exploração de ouro e outros minerais, entre os quais ferro, manganês e tântalo.

Após as críticas, o governo fez um novo decreto, com algumas mudanças práticas, embora tenha mantido a extinção da reserva e a liberação da exploração mineral em parte da área.

O Palácio do Planalto chegou a divulgar uma nota para afirmar que a reserva "não é um paraíso como querem fazer parecer". Além disso, Fernando Coelho Filho convocou a imprensa para dizer que a extinção da Renca não torna "irrestrita" a atividade mineral na região.

As críticas continuaram e a mobilização contra o fim da Renca ganhou o apoio de famosos como a cantora Ivete Sangalo e a modelo Gisele Bündchen.

Em resposta, Temer afirmou, em discurso de abertura da 72ª assembleia geral da Organização das Nações Unidas (ONU), na semana passada, em Nova York, que houve uma redução de mais de 20% no desmatamento da Amazônia no último ano.

Povoado Bacabalzinho comemora os seus 116 anos, com grandes eventos e inaugurações






Na última sexta-feira 22/09, os moradores do povoado Bacabalzinho na zona rural do município de Coroatá, estiveram em festa. A data não passou despercebida, pelo contrário, foi marcada com uma grande programação, onde foram realizado desfile e inaugurações.

Destaque para a reativação do Centro de Saúde que foi entregue totalmente reformado, com equipamentos novos e de primeira qualidade. Agora os moradores do povoado bem como das demais localidades vizinhas podem receber o atendimento adequado que vai desde as consultas até tratamentos odontológicos. Continuando e fechando as festividades de comemoração, aconteceu também o desfile da Escola Municipal Bacabalzinho. A zona rural de Coroatá sempre foi e sempre será umas das maiores prioridades na gestão do prefeito Luis Mendes Ferreira Filho, as promessas estão sendo cumpridas e o trabalho está apenas começando, e muito já foi feito nestes primeiros 09 meses de governo. 

Depois de muitos anos de total abandono a nossa zona rural volta a ser devidamente assistida, e a entrega deste Cetro de Saúde totalmente modernizado é a prova do compromisso do prefeito com a população coroataense. Nossos parabéns a todos os moradores desta comunidade.








domingo, 24 de setembro de 2017

Ranking da Folha confirma Ceuma como a melhor universidade particular do Maranhão



Campus Renascença: Ceuma é a única universidade particular do Maranhão incluída no ranking

O Ranking Universitário Folha 2017, ampla pesquisa do jornal Folha de S. Paulo, que avalia a qualidade do ensino universitário Brasil, divulgado ontem, confirmou que a Universidade Ceuma é a melhor dentre todas as instituições de ensino superior particular do Maranhão. Em abril deste ano, o Índice Geral de Cursos (IGC), que posiciona as universidades brasileiras de acordo com o desempenho de cada curso, apontou, pelo terceiro ano consecutivo, o Ceuma, como a melhor universidade do estado.

No Ranking Folha Universitário divulgado ano passado, o Ceuma também apareceu à frente de todas as outras instituições privadas do estado. O resultado é considerado expressivo, já que, em nível local, o Ceuma ficou atrás apenas da Universidade Federal do Maranhão e da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), primeira e segunda colocadas, respectivamente, que são muito mais antigas e têm bases acadêmicas consolidadas.

Outro fato a ser destacado é que a Universidade Ceuma é a única instituição acadêmica privada do estado a aparecer no ranking, que inclui 195 universidades de todas as regiões do país. A conquista só reforça o diferencial do Ceuma em relação às concorrentes, que não mereceram qualquer menção na criteriosa lista elaborada pela Folha.

O estudo avalia as universidades brasileiras levando em conta cinco critérios: ensino, pesquisa, mercado, inovação e internacionalização.

IGC

Em abril, o IGC, índice usado pelo Ministério de Educação como indicador de qualidade do ensino superior, além de servir como parâmetro para avaliar o desempenho das instituições acadêmicas do país, apontou, pelo terceiro ano consecutivo, o Ceuma como a melhor universidade do Maranhão.

Divulgado anualmente, o IGC tem uma faixa de notas que vai de 1 a 5, e é construído com base na média do Conceito Preliminar de Curso (CPC) e pelos marcadores de avaliação dos programas de mestrado e doutorado da instituição. O CPC de cada curso é calculado em função da infraestrutura, corpo docente, resultado do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) e demais recursos pedagógicos que a instituição possui.

Histórico

Fundada em 1990, a Universidade Ceuma tem, atualmente, 18.560 alunos, o que representa um acréscimo de mais de 2 mil estudantes em relação ao Ranking Universitário Folha divulgado em 2016.

A instituição tem campi acadêmicos em São Luís, Imperatriz e Bacabal, onde funcionam, ao todo, 48 cursos. A relação candidato/vaga na instituição é de 4,1.

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Coordenação da pessoa idosa reativa atividades físicas com idosos nos bairros de Coroatá

Atividades sendo realizadas no povoado Mocó.

A Secretaria Municipal de Saúde de Coroatá, através da coordenação da saúde do Idoso que é comandada pela enfermeira Ildenkelly Alencar, reativou a realização de atividades físicas com idosos nos bairros da cidade, segundo ela, tudo será feito através de um cronograma para que haja com frequência essas atividades.

"Nossa meta é que em todos os bairros sejam realizados, contamos com o apoio de todos os postos de saúde e agentes comunitários de saúde que trabalham nas áreas, ou seja, através deles conseguiremos localizar, convidar e inserir idosos que se encontram em situação de sedentarismo para praticar esportes todas as manhãs, isso é muito bom para a saúde deles" destacou a coordenadora.

Vale lembrar que há anos não acontecia este tipo de atividade e a população aprovou a volta deste importante serviço público.

Ônibus Lilás realiza importantes atendimentos a mulheres da zona rural de Coroatá



Com o objetivo de levar serviços de assistência, saúde, prevenção e educação para as mulheres dos pontos mais distantes do estado, o ‘Ônibus Lilás’, fruto de uma demanda da ‘Marcha das Margaridas’, vem prestando serviços especializados da Rede de Atendimento às Mulheres em Situação de Violência no campo, floresta e águas.

A Unidade Móvel que faz parte do programa ‘Mulher: Viver sem Violência’. No Maranhão as unidades são gerenciadas por um grupo de trabalho encabeçado pela Secretaria de Estado da Mulher (Semu); Secretarias de Estado da Saúde (SES); sociedade civil; Fetaema, Fecopema, Fespema, Aconeruq, MIQCB, entre outros, promovendo ações conjuntas para a melhor operacionalização dessas unidades.

Em Coroatá o ônibus, com o apoio da Secretaria Municipal de Politicas Públicas para as Mulheres realizou importantes atendimentos nos povoados, Vila sete, Bacabalzinho dos Vianas e Macaúba, a secretária municipal Régia Menezes destacou mais essa parceria entre a prefeitura e o governo do estado, "Estamos trabalhando juntos pelo bem de todos e todas, fico muito feliz em saber que podemos contar com a parceria da secretaria estadual da mulher, para desenvolver ações importantes como essa", destacou a Régia Menezes. 


Flávio Dino confirma série de concursos públicos para órgãos estaduais



Polícia Militar, Polícia Civil, Detran e Aged foram alguns dos órgãos que tiveram concurso público confirmados pelo governador Flávio Dino nesta quinta-feira (21). As informações foram dadas em entrevista à rádio 92,3 FM, quando também foram abordados temas como a geração de empregos e os investimentos realizados pelo Governo do Maranhão.

Sobre o edital do concurso para a PM, o governador afirmou que será publicado até o dia 30 deste mês. “Nós mudamos a idade máxima que era de 28 para 30 anos exatamente para mais pessoas concorrerem. Nós achamos mais justo”, informou o governador.

Outros concursos abordados foram os da Polícia Civil, o do Detran e do Procon, este último recém-lançado. “Na sequencia teremos o Edital da Polícia Civil, e também o edital do Detran e tivemos recentemente o do Procon”, listou.

Sobre os prazos para abertura dos certames, o governador fez a previsão para o final deste ano e início do próximo. Ele também incluiu outros órgãos nas expectativas de concursos e seletivos, como a Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged-MA) e a Fundação da Criança e do Adolescente do Maranhão (Funac-MA).

“Temos outros concursos ainda como o do Detran, que vai sair ainda neste ano e, no começo do próximo ano, temos previsão para a Aged, seletivo na Funac e alguns outros órgãos também terão oportunidades”, explicou.

Sobre o concurso para a Polícia Militar, Flávio Dino destacou o papel econômico e social da iniciativa. “É também uma forma de gerar empregos”, declarou. O concurso vai ampliar o número de policiais no Maranhão, que já chegou ao recorde de 12 mil profissionais com as nomeações feitas a partir de 2015.

STF encaminha à PF informações sobre sigilo bancário de Edison Lobão



Coluna Expresso – O Supremo Tribunal Federal (STF) encaminhou à Polícia Federal nesta quarta-feira (20) inquérito contra o senador Edison Lobão (PMDB-MA), apontado pela Procuradoria-Geral da República como sócio da Diamond Capital Group. A empresa, segundo os investigadores, foi beneficiada de forma ilícita com aporte de capital de diversos fundos de pensão controlados pelo governo federal, entre eles o da Petros, a caixa de previdência dos funcionários da Petrobras. O inquérito segue para a PF para que seja analisada, entre outras informações, a quebra do sigilo bancário de Lobão entre 2011 e 2012.

Foi anexada ao inquérito uma informação favorável ao senador maranhense. Em atendimento à determinação do ministro Roberto Barroso, relator do caso, o Petros informou não ter localizado em seus registros investimentos que tenham a Diamond como gestora ou administradora.

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Homens que trabalharam na reforma da TV Murad reclamam de pagamentos atrasados



Trabalhadores que prestaram serviços na reforma do prédio onde funciona a TV Cidade, mais conhecida como TV Murad, procuram o vereador e apresentador Macilio Gonçalves para denunciar que estão há meses sem receber pelo serviço.

Murad deve reinaugurar a TV nos próximos meses, para assim fazer oposição ao prefeito Luis da Amovelar Filho, porém, ao que tudo indica já começou mal, pois além de passar todo esse tempo sumido ainda volta dando calote em trabalhadores que precisam dos seus pagamentos para sobreviver, é vergonhoso!

Lamentável!

BOMBA! Vereador Josean Veras confirma que deverá ser candidato a deputado estadual com, ou sem o apoio de Murad...

Presidente da Câmara de Coroatá, pré-candidato a deputado estadual...

Mais uma crise no grupo Murad, e desta vez parece que não será tão simples de administrar. Acontece que o blog entrou em contato com o vereador e presidente da câmara municipal de Coroatá Josean Veras (PSC), e o vereador simplesmente confirmou os rumores de que ele seria candidato a deputado estadual, contrariando assim Ricardo Murad que jura de pé juntos que todos seus vereadores de Coroatá, votarão em seu genro Sousa Neto, todos, claro, como sempre pelo beiço.

Em contato com o blog, o vereador foi categórico em confirmar que pensa em se candidatar, "Se tudo der certo, serei sim candidato a deputado estadual, faltam apenas alguns ajustes, mas minha intenção é sim ser candidato", nós do blog, obvio que questionamos como o vereador Josean vai lidar com esse desejo e os interesses de Ricardo Murad que é totalmente diferente, neste momento o vereador não exitou e respondeu apenas "Eu sinto que isso ainda não está definido, mas claro que espero ter o apoio do grupo que faço parte atualmente, porém se isso não acontecer  mesmo assim pretendo ser candidato da mesma forma, pois desejo oferecer ao povo da minha terra o direito de votar em candidato 100% coroataense". Josean ainda deixou transparecer que estará iniciando um novo projeto politico, pois encerrou a conversa com este blogueiro dizendo "Na vida precisamos primeiro plantar para depois colher".

Ou seja, não precisamos dizer mais nada, não é mesmo? Pelas palavras do próprio vereador dá pra ver que não será tão fácil assim para Murad empurrar Sousa Neto de goela abaixo dos parlamentares que lhe apoiam na câmara. Isto é, se o vereador manter mesmo a pretensão de ser candidato a deputado estadual e peitar Ricardo Murad. É aguardar pra conferir...

Babilônia em chamas!!!