.

.

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Sexo, droga, assaltos e muita bagunça em mais um show produzido pelo 'Marafolia'



Sexo ao vivo e à cores no corredor e nas laterais dos banheiros químicos no show de despedida do cantor Bell Marques no último sábado (15) no Espaço Reserva do Shopping da Ilha em São Luís.

Os casais não tinham o menor pudor até sexo oral foi possível ser visto.

Além disso drogas eram consumidas abertamente, como craque, maconha e cocaína. Sem contar que a presença de pessoas com menor idade foi alarmante. Não havia a menor revista no local e várias pessoas foram assaltadas dentro do show, até mesmo por bandidos portando armas brancas. Cadê o Ministério Público?

A bagunça e a desordem imperaram no show promovido pelo Marafolia. No dia da apresentação, as pessoas eram obrigadas a comprar os abadás nas mãos de cambistas, fora e dentro do Shopping Jaracati a preços absurdos.

Para que se tenha ideia, o abadá do camarote Vip custou até R$200. Uma garra de whisky Ballantine 12 anos custa em qualquer supermercado não mais que R$ 110. No espaço Reserva só adquiria quem pagasse R$ 400. Cadê o Procon?

Quem pagou R$ 200 pelo espaço Vip estava mesmo era no piso, e quem comprou ingressos para o piso, esteve na lama. Mas o faturamento, com certeza, deve ter sido o maior de todos os eventos produzidos pelo Marafolia. As pessoas estavam espremidas.

Blog do Luis Cardoso.