..

..

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Roberto Rocha vota para livrar Aécio de cassação no Conselho de Ética



Gilberto Leda.

O Conselho de Ética do Senado decidiu hoje (6) pelo arquivamento de um recurso do Redes e Psol pedindo a reabertura do processo de cassação do senador Aécio Neves (PSDB-MG).

No dia 23 de junho, o pedido já havia sido arquivado pelo presidente do colegiado, senador João Alberto (PMDB-MA), que considerou as denúncias contra o tucano uma armação (reveja).

Ao recorrer da decisão, os dois partidos conseguiram levar o caso a ser decidido pelo plenário do Conselho. Mas perderam por 11 a 4.

Aécio contou com o apoio do senador maranhense Roberto Rocha (PSB), atual corregedor da Casa.

Presidente, o senador João Alberto não precisava se manifestar no caso, mas contou ao Blog do Gilberto Léda que fez questão de votar – embora esse voto não conte oficialmente.

Veja abaixo como votaram os senadores no caso.

Contra o recurso que pedia a cassação:

Airton Sandoval (PMDB-SP)
Romero Jucá (PMDB-RR)
Helio José (PMDB- DF)
Davi Alcolumbre (DEM-AP)
Flexa Ribeiro (PSDB-PA)
Eduardo Amorim (PSDB-SE)
Gladson Cameli (PP-AC)
Acir Gurgacz (PDT-RO)
Telmário Mota (PTB-RR)
Pedro Chaves (PSC-MS)
Roberto Rocha (PSB-MA)
João Alberto (PMDB-MA) – para registro

A favor do recurso:

Lasier Martins (PSD-RS)
José Pimentel (PT-CE)
João Capiberibe (PSB-AP)
Antônio Carlos Valadares (PSB-SE)

Nenhum comentário:

Postar um comentário