.

.

.

.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Internautas fazem campanha contra apresentadores que querem acabar com o som automotivo em Coroatá



Jovens internautas, estão usando a rede social para fazer uma campanha contra os dois apresentadores ligados ao grupo Sarney/Murad em Coroatá que se dizem contra os sons automotivos na cidade, para tais apresentadores são os sons automotivos que trazem insegurança para a população. Ora por favor, me compre um bode!!!

Esses apresentadores que também já foram vereadores de Coroatá deveriam se preocupar era com a segurança das pessoas, se preocupar com a criminalidade que está 'correndo solta' nos quatro cantos da cidade, porquê não exigem da prefeita de Coroatá a volta de guardas municipais da forma que era antes, presentes nas festas ou até mesmo rondando as ruas buscando proteger os munícipes? Se querem aparecer apresentem seus programas com melancias no pescoço que com toda certeza dará mais resultado.

Em tempo, o blog informa que é contra abusos e desrespeitos que algumas vezes chegam a ser cometidos por alguns irresponsáveis que possuem tais carros de som, porém jamais poderemos generalizar e tirar da juventude de Coroatá uma das poucas opções de diversão que se tem, já que o poder publico não investe em cultura e lazer para a população.

O governador Flávio Dino, sabendo da grande crise que passa todo os estado do Maranhão na segurança publica, convocou em seu primeiro dia de governo, 1000 novos policiais que em breve estarão nas ruas ajudando a proteger a população de criminosos que estão em todo lugar e não apenas onde está ligando um carro de som. É isso!

2 comentários:

  1. Lei 1916/67

    Amigo, isso é indiscutível, é LEI. Aqui em Coroatá, está uma verdadeira sacanagem, por exemplo, um bloco de carnaval tradicional chamado Gaviões, antes passavam perto das igrejas evangélicas, eles abaixavam o som passavam numa boa, sem perturbar, hoje meu amigo, eles fazem questão de fazerem mais barulho quando passam em frente um igreja, digo isso que já vi. Então, seja eles, paredões, carros de propagandas, blocos carnavalescos, serestas na rua, tudo isso tem um limite, em casos, é até proibido. TEM QUE ACABAR mesmo, pois não se pode mais sair fim de semana com a família, para uma praça que o barulho no point quent e no biruta é insuportável. Nas avenidas, nos bairros está fora de controle. Para isso existem locais fechados e com limite de horário para acabar, mas em Coroatá, não se vê isso. Nem precisa de Pacheco ou Buhatem para fazer isso. Também não tem nada haver com grupos de A ou B meu amigo, é simplesmente a LEI. Então não me venha com papo furado, pois você seu CLEO ou você seu PABLO, que se julgam PROFISSIONAIS na área de jornalismo, deveriam saber disso. Foi comentado na sua matéria o seguinte: "porém jamais poderemos generalizar" Mas o que se vê é que já está generalizado. Infelizmente isso é fato. Por favor, publiquem meu comentário.

    ResponderExcluir
  2. Som automotivo e só nos finais de semana. Agora essas porra de carro de propaganda e foda. Toda hora, meio dia e chega a rolar ate no período noturno. Ninguem fala nada. Isso ta q nem a seca no sudeste. Quando o nordeste vive isso direto, o pais não tava nem ai. Hj e noticia toda hora

    ResponderExcluir