.

.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Cercado metálico usado para isolar a academia pública mais cara do país custou R$313 mil

Foto: Ronny Sales - AI/PMC
O valor do cercado é quase 19% do valor inicial de toda a obra

Como se não bastasse a quantia vultuosa utilizada pela Prefeitura para a construção da Acadêmia Popular da Saúde no município de Coroatá, com recursos oriundo de transferência do Fundo Estadual de Saúde - FES, R$ 1.665.108,63 (hum milhão, seiscentos e sessenta e cinco mil, cento e oito reais e sessenta e três centavos), a administração, através de procedimentos licitatórios contratou a empresa Engetech Construtora Ltda - EPP por uma incrível quantia de R$ 313.812,99 (trezentos e treze mil, oitocentos e doze reais e noventa e nove centavos) para realizar nada mais que serviços de cercamento do local.

O Termo de Homologação do Processo nº. 6.194/2014 da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura foi publicado no Diário Oficial do Estado do Maranhão - DOE/MA no último dia 18, veja clicando aqui.

Com o aditivo deste valor para construção desta cerca a peso de ouro, que compreende a 18,79% do valor inicial da obra, o custo total desta acadêmia pública que antes disto já era a mais cara do país, conforme mostramos em publicação anterior que pode ser conferida clicando aqui, alcança R$ 1.978.921,62 (hum milhão, novecentos e setenta e oito mil, novecentos e vinte e um reais e sessenta e dois centavos).

Nenhum comentário:

Postar um comentário