.

.

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Vereadores aprovam prorrogação de licença para a prefeita sub-judice e pedido de informação sobre a saúde municipal

Raimundo Diôgo (PT) 
Cássio Reis (PSDB) 
Durante a sessão de ontem, 28, os parlamentares discutiram e aprovaram da prorrogação da licença da prefeita sub-judice Teresa Murad (PMDB) para tratamento de saúde, conforme antecipamos aqui.

“A atitude da prefeita demonstra a sua desconfiança no serviço de saúde municipal”, declarou o líder da oposição Raimundo Diôgo (PT), mas foi criticado pelo governista Jocimar Pereira (PMDB).

O oposicionista Cássio Reis (PSDB) desejou rápida recuperação à prefeita e que esta tenha sempre saúde e declarou em seguida: “votarei sempre que necessário pelo seu licenciamento, não é porque faço oposição que vou desejar o mal a ela e que possa retornar em breve para resolver os muitos problemas do município”, declarou ainda o tucano.

Ainda durante a Ordem do Dia, o vereador Raimundo Diogo apresentou requerimento à prefeita solicitando informações acerca do funcionamento do hospital municipal e dos postos de saúde. “Hoje quem cuida da saúde dos coroataenses, com toda dificuldade, é o governo do estado, o município de Coroatá não possui um hospital para fazer nem mesmo um curativo”, disse o autor da matéria referindo-se aos atendimentos prestados pelo Hospital Macrorregional e pela UPA 24hs.

“Há dois anos a população tem se questionado sobre o destino dos recursos destinados a saúde deste município”, declarou Cássio Reis que em seguida elogio o requerimento do companheiro de bancada.

Após a discussão, tendo deixado plenário os governistas César Trovão, Wllisses Muniz e Marcos Machado, o requerimento foi aprovado por unanimidade com os votos de Lourdinha Pereira (PCdoB), Riba Maia (PSC), Juscelino Araújo (PT), Cássio Reis, Naldo Dantas (PSDB) e Jocimar Pereira, além do autor da matéria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário