.

.

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Desesperado Murad diz que a possível vitória de Dino significará “a desgraça, a treva, o fim do mundo”

Ricardo Murad: baixaria e terrorismo eleitoral.
Do Marrapá

O blog divulga com exclusividade os piores, ops…, melhores momentos do comício promovido pelo secretário de Saúde do Maranhão, Ricardo Murad (PMDB), no último fim de semana.

No ato de campanha, ao lado da filha, Andréa Murad (PMDB), do candidato a governador Edinho Lobão (PMDB), do candidato a senador Gastão Vieira (PMDB), do deputado federal Sarney Filho (PV) e de diversas lideranças políticas ligadas ao Palácio dos Leões, o cunhado da governadora Roseana Sarney (PMDB) admite a possibilidade de vitória do oposicionista Flávio Dino (PCdoB), que lidera em todas as pesquisas sérias de intenções de votos para a sucessão estadual.

Ricardo afirma que deixará a política com medo de ser derrotado, mas não sem antes fazer terrorismo eleitoral e disparar impropérios contra o adversário político.

“Estou olhando nos olhos de todos. Eu não quero imaginar a nossa vida sem o governo. Eu não quero imaginar Coroatá com esse maluco no governo”, diz Murad, acuado com a vantagem do ex-presidente da Embratur.

E ele continua, dissimuladamente: “Será a desgraça, a treva, o fim do mundo. Quero dizer pra vocês que um desastre é eleger Flávio Dino, e o Ricardo Murad está fora da política”.

Com a cumplicidade de Edinho Lobão, que já até foi condenado a pagar multa por espalhar o boato que a oposição ao PT nacional pretende acabar com o Bolsa Família, Murad acusa criminosamente o adversário de ameaçar fechar todos os hospitais do estado.

“O Flávio Dino diz que vai fechar hospital. Vai fechar Macrorregional de Coroatá. Vai fechar UPA. Não vai fazer o centro de hemodiálise, de habilitação. Não vai botar a cirurgia cardíaca ou hemodinâmica”, insinua o secretário.

Ao final, em um raro momento de sinceridade, Ricardo Murad acusa o golpe, revelando o motivo para tanto desespero: “Gente, eu não posso deixar de ser governo. A prefeitura não pode deixar de ter Lobão Filho para suceder Roseana. Porque nós vamos pro buraco, pro escuro… Tudo o que nós fizemos vai acabar”.

Veja trechos desse festival de baixarias no vídeo abaixo: