.

.

sábado, 5 de julho de 2014

Partidos de oposição definem coligações para deputado estadual e federal

Representantes dos nove partidos de oposição.
Do Marrapá, com edições.

Os nove partidos de oposição que apoiam a candidatura de Flávio Dino (PCdoB) a governador definiram, ontem (04), as coligações para a eleição proporcional.

Sem representantes na Assembleia Legislativa do Maranhão, PP, PROS e Solidariedade coligarão com o PPS de Eliziane Gama numa chapa para deputado estadual. O grupo espera eleger cinco deputados e um acordo entre eles só foi possível depois do acerto entre o dono do Curso Wellington (vice-presidente estadual do PPS) e o deputado federal Simplício Araújo (presidente do Solidariedade).

O grupo formado pelo PSB, PDT, PSDB e PCdoB, com representatividade no legislativo estadual, seguirá junto, com a expectativa de eleger de 9 a 10 deputados estaduais. O PR de Davi Alves Silva tentou participar desta coligação, como condição para apoiar a candidatura de Flávio. As negociações, no entanto, não avançaram.

O PTC decidiu se isolar e espera sozinho reconduzir Edivaldo Holanda à Assembleia.

Para a Câmara Federal, PDT, PTC e PROS formarão uma coligação, enquanto PCdoB, PSDB, PSB, PPS, PP e Solidariedade farão parte de um segundo chapão. A oposição espera eleger 8 deputados federais, tendo como favoritos João Castelo, Zé Reinaldo, Rubens Jr, Waldir Maranhão, Simplício Araújo, Eliziane Gama, Domingos Dutra e Weverton Rocha.

A relação com candidatos e coligações será registrada hoje no Tribunal Regional Eleitoral, estando sujeita a modificações até o último momento.