.

.

domingo, 20 de julho de 2014

Em menos de dois anos, Teresa Murad reformará pela 3ª vez o Hospital Municipal que se encontra fechado desde o início do mandato


O Hospital Geral Municipal de Coroatá - HGM foi fechado arbitrariamente ainda no primeiro dia da administração da prefeita Teresa Murad (PMDB), ironicamente a esposa do secretário de estado de Saúde de Coroatá Ricardo Murad. Desde então, o prédio de propriedade do médico e vereador Naldo Dantas (PSDB), que aliou-se ao grupo em troca da manutenção do aluguel, lhe garante a bagatela de pelo menos R$ 35.000,00 (trinta e cinco mil reais) mensais, segundo o Portal da Transferência da Prefeitura Municipal de Coroatá.

Desde então, o prédio que foi entregue recém reformado pela administração anterior, encontra-se em uma readequação interminável. Já primeiro semestre de 2013 ocorreu a Carmel Construções Ltda R$ 915.911,73 (novecentos e quinze mil, novecentos e onze reais e setenta e três centavos), a qual foi aditivada alguns meses depois o valor de R$ 454.711,74 (novecentos e cinquenta e quatro mil, setecentos e onze reais e quarenta e sete centavos), totalizando assim R$1.370.623,47 (hum milhão, trezentos e setenta mil, seiscentos e vinte e três e quarenta e sete centavos).

A cifra milionária utilizada nesta reforma que, além de se arrastar por anos, é quase imperceptível por aqueles cidadãos que passam diariamente nas proximidades do prédio, ainda não foi o suficiente para administração municipal concluí-la, para tanto a Comissão Permanente de Licitação, através da sua presidenta Geogina Trovão Moreira Lima, conheça mais sobre ela clicando aqui, realizará um novo processo licitatório na próxima quinta-feira, 24, com o mesmo objetivo, o que deverá significar outros milhares de reais.

E vamos fazer aqui uma previsão sem medo errar. Sabe qual a empresa vencerá esta licitação? A Marka Engenharia, localizada à Avenida Central, 428-C, Tresidela, sob a responsabilidade técnica do engenheiro Herlon Warwick Trinta que, segundo informações, costuma vistar nossa pacata cidade para supervisionar as obras a bordo de um avião de passeio (monomotor). A empresa mantém relações estreitas e suspeitas com a administração municipal tem sido a vencedora de todas as concorrência por essas bandas desde que foi criada, sendo a mais recente delas a que garante a construção de uma escola estadual com seis salas de aulas no Bairro Novo Areal por R$ 984.438,19 (novecentos e oitenta e quatro mil, quatrocentos e trinta e oito reais e dezenove centavos). Veremos como não esta previsão não falhará.