.

.

sábado, 29 de março de 2014

Escriba da prefeita Teresa Murad e do secretário Ricardo Murad desclassifica atuação da Mesa Diretora da Câmara e elogia oposicionistas

Josean Veras, presidente-interino, ao fundo Leon Camilo, primeiro secretário
Como se não bastasse o episódio lamentável da última quinta-feira, 27, em que um secretário de governo da prefeita Teresa Murad (PMDB) desrespeita o legislativo coroataense ao partir para agressão física ao vice-presidente do PCdoB de Coroatá e blogueiro, Cleo Freitas, chegou a vez do escriba-mor do clã-Murad desonrar aquela augusta casa de leis e reconhecer o despreparo e a incompetência, segundo ele, da sua Mesa Diretora, em especial, o presidente interino Josean Veras (PSC).

Em artigo publicado em sua página no dia de ontem, o velho barbudo compara a Câmara Municipal de Coroatá à "torre de babel", ou seja, um local de completa balburdia e descontrole. O funcionário da Rádio Geração Jovem FM escreveu: “O presidente em exercício, Josean Veras, perdeu o controle sobre andamento dos trabalhos. Fato este que já vinha acontecendo há bastante tempo, ou seja, era visível o que vinha ocorrendo nas últimas sessões realizadas naquela Casa”.

Resumindo, o velho chamou Josean Veras e os demais membros da Mesa Diretora de incompetentes, despreparados, desqualificados para as funções que exercem naquela casa de leis.

E continuou: “ao que tudo indica, virou rotina todas as sessões plenárias realizadas pela Câmara de Coroatá sempre termina com brigas, discussões, palavrões de baixo calão, e acima de tudo, o Regimento Interno da Câmara que existe e que deveria ser aplicado, praticamente inexiste para os atuais parlamentares”, desclassificou o blogueiro reacionário.

Mas, pelo menos, no mesmo artigo o velho escriba acerta ao reconhecer a articulação e força política dos vereadores do Bloco de Oposição, mesmo sendo minoria naquela Casa, ao escrever “pelo visto, os vereadores de oposição exercem certo poder e domínio sobre a atual Mesa Diretora”.

Portanto, caros leitores, se este cidadão que recebe seus honorários das mãos da prefeita Teresa Murad e do seu esposo Ricardo Murad (PMDB) pensa desta forma a respeito dos parlamentares governistas, imaginem o que pensam os honrados cidadãos coroataenses e, especialmente, aqueles que presenciam as sessões direto da galeria?