.

.

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Simplício Araújo presta solidariedade à médica cubana Ramona Rodriguez



O deputado federal Simplício Araújo (Solidariedade/MA)esteve, nesta quarta-feira (5), na condição de membro da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, prestando solidariedade à médica cubana Ramona Matos Rodriguez.

“Como membro da Comissão de Direitos Humanos desta Casa sinto-me no dever de prestar solidariedade à médica e ouvir o seu relato sobre a sua real situação dentro do programa Mais Médicos e garantir que seus direitos, como cidadã, sejam preservados”, afirmou o parlamentar.

Integrante do Mais Médicos, a cubana é clínica-geral. Chegou ao país em outubro e atuava em Pacajá, no Pará. Ramona diz que deixou a cidade no sábado e seguiu a Brasília após descobrir que o valor de R$ 10 mil pago pelo governo brasileiro a outros médicos estrangeiros era muito superior ao que ela recebia pelos serviços prestados. Ela alega ainda ter sido enganada sobre a possibilidade de trazer seus familiares ao país.

Ela levou à Câmara uma cópia do contrato para a sua atuação no Brasil. No documento, firmado entre Ramona e “La sociedad mercantil cubana Comercializadora de Servicios Médicos Cubanos” e com duração de três anos, a médica aceitou ganhar o equivalente a US$ 400 mensais, depositados no Brasil, sendo que os demais US$ 600 seriam retidos em uma conta em Cuba.