.

.

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Roseana Sarney lançará candidatura ao Senado e João Abreu deverá ser eleito governador pela Asembleia

Do Atual7

A governadora Roseana Sarney (PMDB) deverá sentar, agora em janeiro, com a sua base – não tão aliada assim – da Assembleia Legislativa do Maranhão, para, em conjunto com a bancada federal, dar um ponto final na questão de sua candidatura às eleições de 2014 para o Senado.

Embora publicamente diga que pretende permanecer no cargo até o fim do mandato, nos bastidores, há conversas da própria Roseana de que ela ‘mudará’ de ideia no final de março. A estratégia será fechada com os deputados na reunião no próximo do mês.

Até agora, o único receio se dá por conta do nome do presidente do Legislativo Maranhense, deputado Arnaldo Melo, mesmo partido da governadora, que luta, ao seu meio, repetir no Maranhão o que ocorreu em Tocantins, em 2009. Balaio conhecido por todos os olhos dos Leões, Melo é quem assume o posto, tanto no caso da renúncia, cassação ou desincompatibilização da peemedebista.

Caso o presidente da Assembleia não volte a atrapalhar os planos do Governo – como ocorreu na eleição da Casa que comanda e em outras ocasiões não menores – o certo é que João Abreu, secretário de Estado da Casa Civil, assuma o Estado por indicação indireta dos deputados estaduais, em abril. Além de ter a confiança de todo o Clã, ele seria o nome escolhido pelo próprio Luis Fernando Silva para assumir o mandato-tampão.

Sendo assim, o pré-candidato oficial da oligarquia, Luis Fernando só disputaria a eleição de 2014 nas urnas, contando diretamente com o voto da população maranhense, disputando com o atual líder absoluto de todas as pesquisas de intenções de voto, Flávio Dino.