.

.

terça-feira, 6 de julho de 2021

Em reunião, Flávio Dino deixa claro que não tem candidato definido, defende unidade e estabelece critérios de escolha do sucessor



O governador Flávio Dino reuniu, na tarde desta segunda-feira (5), presidentes de partidos e lideranças da sua base para dar início ao processo de escolha do nome que irá sucedê-lo.

Na reunião, Flávio Dino defendeu a unidade do grupo, deixou bem claro que não tem candidato definido e elencou critérios que serão seguidos para balizar a escolha do candidato que terá o seu apoio.

O governador fez questão de ressaltar na sua fala que, da sua parte, não tem nada definido, isto é, nada resolvido em relação ao nome que apoiará ao governo, rechaçando enfaticamente informações de que já teria optado pelo vice-governador Carlos Brandão.

Dino foi bem incisivo em dizer ainda que tanto o vice-governador Carlos Brandão, quanto o senador Weverton, o secretário Simplício Araújo e o deputado Josimar Maranhãozinho estão no mesmo nível de disputa. “O jogo foi zerado”, definiu uma liderança ouvida pelo blog.

No que diz respeito aos parâmetros de escolha, ficou estabelecido o seguinte:

1 – continuidade das ações exitosas do governo (avançar nas políticas públicas)

2 – capacidade de agregação (viabilidade política, reunir maioria dos partidos e lideranças)

3 – aprovação popular (viabilidade eleitoral, pesquisas qualitativas e quantitativas)

Nenhum comentário:

Postar um comentário