terça-feira, 29 de outubro de 2019

Assembleia acaba com politicagem sobre o Aldenora Bello e destina R$ 4,2 milhões em emendas para o hospital



Ao invés do discurso vazio apenas para fazer politicagem com a caso, o presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto, resolveu tomar uma atitude concreta para resolver a situação do hospital Aldenora Bello. No lugar da discussão sobre um fundo criado por uma lei mal feita por Eduardo Braide com uma série de problemas jurídicos para ser efetivada, foi resolvida a situação de maneira prática. Othelino articulou e teve o apoio dos demais deputados para a destinação de R$ 4,2 milhões em emendas parlamentares à Fundação Antônio Dino, instituição mantenedora do Hospital Aldenora Bello.

Cada deputado destinou R$ 100 mil de suas emendas parlamentares para a Fundação, ajudando a superar a crise da entidade. “Nós percebemos a crise por qual passa o Hospital Aldenora Bello que, embora seja um hospital gerido por uma fundação privada, tem um aspecto social muito forte. Então, o Poder Legislativo ajuda, como agente político, a mediar essa situação com relação, principalmente, à utilização de recursos do Fundo de Combate ao Câncer, que é um fundo cujas decisões de utilização não são exclusivamente do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde, mas ele tem uma composição e a sua utilização precisa passar pela aprovação dessa composição, que inclui o Ministério Público e outros representantes”, explicou Othelino.

O recurso será liberado em seis parcelas de acordo com a disponibilidade financeira do estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário