.

.

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

A 20 dias das eleições, cenário nacional e maranhense está desenhado


Por Clodoaldo Correa.

Faltando 20 dias para o primeiro turno das eleições, a configuração do que deve sair das urnas fica mais clara. No cenário nacional, o viés de crescimento de Fernando Haddad (PT), candidato que substituiu Lula, o coloca cada vez mais como favorito para enfrentar Jair Bolsonaro (PSL) no segundo turno.

Pelo gráfico da evolução das intenções de voto, é difícil pensar que Ciro Gomes (PDT), Marina Silva (Rede) ou Geraldo Alckmin (PSDB) possa reverter a atual tendência. A não ser que aconteça algo que cause um grande impacto de reversão do quadro atual, o segundo turno será mesmo entre o deputado federal e o ex-prefeito de São Paulo.

Já no Maranhão, os números têm se mexido muito pouco. Na grande maioria das pesquisas, o atual governador sempre vence a eleição no primeiro turno. Levando em conta o gráfico do instituto Exata (MA-09907/2018), o que mais acerta no Estado, o governador ainda aumentou um pouco a vantagem.



Assim, no Maranhão, Flávio sempre fica próximo dos 60% das intenções de voto, Roseana Sarney próxima dos 30%, enquanto Maura Jorge e Roberto Rocha não passam dos 5% cada.

A não ser que haja algum evento muito significativo eleitoralmente, não existe indicativo na história de um revés a 20 dias da eleição. Em 2014, em uma última ação desesperada, o adversário de Flávio Dino ainda tentou como cartada na reta final usar um presidiário para gravar um vídeo afirmando que Flávio era assaltante de banco. Depois, o próprio presidiário confessou estar mentindo.

Assim, casos como Reis Pacheco, que aconteceram antes da Era da Internet, dificilmente se repetirão, já que o eleitor tem mais acesso à informação. Assim, é difícil hoje imaginar que a eleição não acabe no primeiro turno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário