.

.

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Luciano une PSB e pode abrigar dissidentes do PSDB



Não restam dúvidas que o prefeito de Timon e presidente do PSB, Luciano Leitoa, deu uma grande mostra de força política ao vencer a queda de braço com o senador Roberto Rocha pelo comando da legenda, e consequentemente ver a expulsão do seu desafeto do partido.

Luciano não apenas conseguiu unir novamente o PSB, também garantiu a permanência dos principais quadros da sigla: Os deputados estaduais Bira do Pindaré e Rogério Cafeteira e ainda deve convencer o deputado federal José Reinaldo Tavares a desistir da ideia de desfiliação e garantir apoio à candidatura ao Senado em 2018.

Outro passo próximo deve ser dado, mas tal manobra é realizada com cautela. Com a entrada de Roberto Rocha no PSDB, muitos tucanos prometem buscar uma nova sigla e o ninho do PSB pode ser um abrigo viável.

Caso isso realmente aconteça, além de fortalecer o PSB, Luciano colocaria a “pá de cal” nas pretensões políticas de “Asa de Avião”, que ficaria ainda mais desmoralizado, fazendo jus a fama de desagregador.

Afinal, não adianta o senador “Racha” se vangloriar pelo apoio de dirigentes junto ao PSDB nacional quando, no Maranhão, sua entrada deve esvaziar o ninho tucano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário