.

.

terça-feira, 16 de maio de 2017

Criança de apenas dois anos morre vítima de supostos maus tratos em Coroatá



Uma criança de apenas 2 anos veio a óbito no dia de ontem (15) na cidade de Coroatá vítima visivelmente de maus tratos, pois a mesma apresentava sinais de que não era bem cuidado e não era alimentada como deveria apresentando quadro grave de desnutrição.

A criança foi hospitalizada inicialmente na UPA e transferida para o Hospital Macrorregional de Coroatá, onde foi medicada e após 5 dias de internação, liberada pois já apresentava melhoras em seu quadro clínico, profissionais informaram que médicos receitaram alguns medicamentos para que fossem comprados pela família da criança, o que acabou não ocorrendo e fez com que a mesma retornasse 5 dias depois para a UPA novamente, onde permaneceu internado e recebendo acompanhamento dos médicos pediatras da Unidade de Pronto Atendimento, porem, infelizmente ela não resistiu e acabou vindo a óbito devido à desnutrição e outras complicações ocasionaras dos maus tratos que sofria em casa.

Segundo informações a criança morava com a mãe de 17 anos (que está grávida), e o padrasto, ambos não cuidavam da criança como deveria e deverão ser chamados para prestar esclarecimentos na delegacia de polícia de Coroatá, pois vizinhos relatam que era constante inclusive agressões contra a criança.

PREFEITURA PRESTOU TOTAL APOIO A FAMÍLIA

Diferente do que publicam blogs de oposição, tentando politizar o caso, a Prefeitura de Coroatá tem dado total apoio a família da criança, inclusive o próprio secretário de assistência social foi quem tratou de providenciar todo o preparo do corpo e do velório que ocorreu no bairro Palmeira Torta.

Outra mentira contada pelo blog oposicionista é que na UPA de Coroatá não tenha pediatra, pois caso ele não saiba, além do pediatra a UPA ainda conta com dois médicos clínicos e um intensivista, caso queira pode ir visitar a unidade de saúde antes de destilar mentiras contra a mesma e os profissionais que nela trabalham.

CONSELHO TUTELAR ACOMPANHA O CASO

O Conselho Tutelar está acompanhando o caso, porém até o momento não apresentou nenhuma denúncia sobre os maus tratos sofridos pela criança à justiça e está se mobilizando apenas para enviar a jovem grávida para sua cidade natal no estado do Pará.

Um comentário:

  1. Essas porras ficam parindo todo ano, sem terem condições de criar. Essa mulher deveria ter ficado presa, pois se a criança estava sendo maltratada pelo padrasto, ela deveria ter tomado providencias. Não sabe ficar sem homem?

    ResponderExcluir