..

..

segunda-feira, 6 de março de 2017

Governo do Maranhão gasta R$ 4,38 milhões por ano em pensões para ex-governadores



Endividados e em crise financeira, os governos estaduais gastam pelo menos R$ 35,8 milhões por ano com o pagamento de pensões a ex-governadores e dependentes deles. Os pagamentos são legais, mas tramitam na Justiça várias ações que questionam essas pensões.

O estado com a maior despesa é o Maranhão: R$ 4,38 milhões por ano.

No estado, os ex-governadores que recebem aposentadoria de R$ 24 mil são Roseana Sarney, o seu pai José Sarney, o deputado federal José Reinaldo Tavares, o senador Edison Lobão e Epitácio Cafeteira.

As viúvas dos ex-gestores falecidos também recebem o mesmo valor. Portanto, o governo gasta R$ 365.653,32 mil por mês somente com aposentadorias de ex-governantes.

Levantamento do G1 encontrou 16 estados que pagam esses benefícios. O gasto mensal é de R$ 2,98 milhões. Algumas dessas pensões são pagas inclusive a quem ocupou o cargo por poucos meses ou poucos dias.

Quem recebe?

Ao todo, 76 ex-governadores recebem pensão dos estados citados. Desses, 18 acumulam o benefício com aposentadoria de deputado ou senador e chegam a ganhar mais de R$ 50 mil por mês.

Há ainda outros 55 dependentes de políticos, a maioria viúvas, que recebem pensão dos estados. Dezoito desses dependentes também acumulam pensões do Congresso.

Ainda foram encontrados 12 políticos que exercem atualmente mandato de senador ou deputado federal e que acumulam salário de congressista e pensão como ex-governador.


Nenhum comentário:

Postar um comentário