..

..

quarta-feira, 15 de março de 2017

Coroatá terá manifestação contra a reforma da previdência

Está confirmada a manifestação contra a reforma da previdência para esta quarta-feira (15), na cidade de Coroatá. O protesto vai acontecer às 8h00 na praça da Igreja Matriz, no centro da cidade.
A classe de professores está organizando o movimento, acompanhando a greve nacional da educação e convida toda a sociedade para participar da manifestação. “O seu futuro e da sua família estão em jogo. Diga não à reforma da previdência!”, é uma das mensagens compartilhadas nas redes sociais.
“Diante da ameaça concreta do governo Temer (PMDB) de uma reforma nefasta na previdência, que irá atingir direta e indiretamente todos os brasileiros que compõe o sustentáculo dessa Nação, os professores de todo o Brasil estão dando um pontapé inicial no dia 15/03/2017 para evitar a falência da classe trabalhadora. Segundo as novas regras da aposentadoria todos os trabalhadores (independente de gênero e profissão, excetuando militares e parlamentares), terão que contribuir 49 anos com a previdência, entenda, não são 49 anos de trabalho, são 49 anos de contribuição. Se você trabalhou durante 50 anos, sendo que, apenas 25 anos com carteira assinada e tem uma idade mínima de 65 anos, você terá apenas o direito de receber a metade da aposentadoria”, explicou o professor Pedro Júnior, que faz parte da organização.
Com informações do Portal Coroatá Online.

Nenhum comentário:

Postar um comentário