..

..

segunda-feira, 27 de março de 2017

Acusada de liderar Orcrim que roubou R$ 1 bilhão, Roseana blefa sobre candidatura ao governo



Como a boa jogadora de carteado que é, a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) blefou bastante na entrevista de hoje do jornal fundado por Assis Chateaubriand no Maranhão. Diz que não quer ser candidata aos Leões novamente, mas topará o desafio caso continue a ser provocada.

Pura balela! Ela sabe que não pode ser candidata ao governo por motivos óbvios.

Primeiro, Roseana não poderá pleitear candidatura majoritária no ano que vem para não atrapalhar o plano do irmão, Zequinha Sarney (PV), de eleger-se senador da República. Falta coragem para peitar o irmão de novo, como fizera na década de 90.

Segundo, sabe que não terá condições físicas, morais, politicas e jurídicas para credenciar-se para a disputa. Alvo dezenas de investigações à nível estadual e federal, Roseana, que recentemente teve os bens sequestrados pela justiça por conta do roubo de R$ 1 bilhão na Máfia da Sefaz, corre sério risco de ter os direitos políticos suspensos.

Caso permaneça impune até 2018, a “Guerreira” no máximo será candidata a deputada estadual. Zequinha será senador e o filho, Adriano Sarney (PV), concorrerá à Câmara Federal.

É o plano do oligarca José Sarney para garantir foro privilegiado a toda a família.

Nenhum comentário:

Postar um comentário