..

..

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Sem partido, Roberto Rocha recorre a nanicos para forçar candidatura



O nanico PRTB, do eterno candidato derrotada a presidência da República, Levy Fidelix, e do folclórico fundador da legenda no Maranhão, João Câncio e seu chapéu de boiadeiro, é o mais novo alvo do senador Roberto Rocha (PSB). “Asa de avião” vai à busca dos pequenos, na tentativa de viabilizar sua candidatura ao Governo do Estado.

O PRTB vive as turras. Apesar de pequeno, as brigas partidárias chamam mais atenção que qualquer outra situação, além é claro das figuras pitorescas como o próprio Levy e João Câncio.

Sem partido sob o seu controle, o senador que está mais para um “teco teco”, se arvora a lançar uma candidatura contra o governador Flávio Dino (PCdoB) que lhe deu mandato de presente no Congresso Nacional. Bob Rocha não tem nem comando do PSB, quanto mais uma coligação capaz de lhe assegurar tempo de televisão e bases eleitorais.

Explica-se: O PSB, por exemplo, é um partido formado por diretórios muito bem constituídos, pautado em debates, onde todas as decisões são discutidas. Desde que se filiou a legenda, Roberto sequer participa das reuniões dos socialistas. Não é um partido cartorial. Vai ser muito difícil conseguir a legenda por cima e ter o controle das bases. A mesma situação aconteceu no ano passado em Imperatriz, apesar do PSB ter a candidatura própria de Ildon Marques, a militância por discordar tomou outro rumo. Por isso, RR quer voltar ao PSDB.

Acontece que o PSDB no Maranhão, na maioria das suas lideranças, prefere continuar com o governador Flavio Dino e defende a manutenção de Carlos Brandão como vice. Qualquer investida nacional de Roberto sobre o ninho tucano maranhense corre o risco de dar errado. O senador poderá até ter a legenda, mas com certeza não terá o apoio dos principais tucanos de bico grande; como Luís Fernando, Pinto do Itamaraty, Carlos Brandão, Neto Evangelista e Sebastião Madeira.

Com informações do Blog Marrapá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário