.

.

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Deputado Fábio Braga vistoria obras de reforma e ampliação do Aeroporto Internacional de São Luís



O parlamentar lembrou que este ano a Comissão de Obras e Serviços Públicos já vistoriou, quatro vezes, os serviços de infraestrutura realizados no Aeroporto Internacional de São Luís. Segundo ele, as inspeções são resultado de constantes reclamações dos usuários feitas ao Poder Legislativo. 

Durante a visita, Fábio Braga constatou que as obras deveriam ter sido entregues em maio deste ano. Foram vistoriadas as áreas de embarque e desembarque de passageiros de voos domésticos e internacionais, que estão prontos para operar, aguardando apenas a liberação da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). 

MELHORIAS

Ao avaliar os trabalhos, o deputado Fábio Braga reconheceu que a reforma e a ampliação do Aeroporto Internacional de São Luís criam, a partir de agora, um terminal próprio para voos internacionais. “Antes, os voos domésticos e internacionais eram realizados na mesma área de embarque e desembarque”, lembra. 

Momentos depois da vistoria, a administração do aeroporto esclareceu para a Comissão que o objetivo, a partir dessa ampliação, é modificar os voos pré-determinados internacionais, diferenciados dos voos domésticos no Cunha Machado. 

Fábio Braga reconheceu que as melhorias são significativas para os usuários. “Mesmo operando com voos domésticos, agora temos uma área de voo internacional, com equipamento de Raio X. O terminal alfandegado, uma exigência da lei, classifica, de fato, o Aeroporto Marechal Cunha Machado como internacional”, afirmou. 

RELATÓRIO

Para Eduardo Braide, a reforma e a ampliação são importantes, mas é preciso cobrar da Infraero uma data definitiva para a entrega da obra. “A reforma vai praticamente duplicar a capacidade de operação do Aeroporto de São Luís, que agora já conta com toda a estrutura para a realização de voos internacionais”, assinalou. 

Na ocasião, Braide adiantou que a Comissão vai elaborar um relatório, para informar a situação da obra, esclarecendo os motivos do atraso na entrega, que deveria acontecer em julho. O relatório será entregue ao Tribunal de Contas da União, órgão responsável pela fiscalização das obras do Governo Federal. 


Já o deputado Rafael Leitoa comentou que a Comissão iniciou as vistorias desde o ano passado, para buscar a solução para a entrega das obras. “Estamos satisfeitos. As obras já foram entregues, com a homologação da ANAC, a fim de que o aeroporto entre em operação. Em 15 dias o Aeroporto estará ampliado e operando”, comemorou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário