..

..

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Tremei, Judas: Asa de avião vocifera contra Flávio Dino e Edivaldo



Blog do Jeisael – Roberto Rocha se acha o grande articulador, se acha o grande político, mas não tem uma característica fundamental: lealdade. Tudo que faz é em prol de si mesmo. Não tem espírito de grupo, pensa apenas em seus próprios interesses, e não se envergonha de cuspir no prato em que comeu. Só que às vezes cospe pra cima e cuspe cai na cara dele.

Na mesma postagem, Roberto além de criticar Edivaldo, de quem foi companheiro de chapa em 2012, também alfineta o governador, o mesmo governador que lhe pegou e colocou debaixo do braço nos últimos dias de campanha em 2014 para que Rocha não perdesse a eleição de senador para Gastão Vieira, este apontado nas pesquisas sempre à frente.

Ingrato, Roberto Rocha, assim que eleito, sequer reconheceu o esforço de Flavio Dino. Pior, ainda saiu vociferando o contrário, que se não fosse ele, Dino não teria sido eleito. Uma piada. Disse até que desse avião ela era uma das asas, dai o apelido de Asa de Avião.

Agora com o filho sendo a “Asinha” do avião de Wellignton, Roberto vem falar de ATITUDE. Tá se achando. E olha que ninguém queria o posto de vice de Do Curso. Por outro lado, também ninguém queria o filho de Roberto (tido como um encosto) como companheiro de chapa. E olha que o senador tentou de todos os lados, de todo jeito.



Tentou se encostar e ser o “pai da criança” da candidatura de Eliziane, tentou emplacar Asinha na chapa de Edivaldo, boicotou a candidatura de Bira dentro do PSB (de propriedade de Roberto Rocha), tudo pra ter o próprio filho concorrendo com vice nesta eleição.

Toda movimentação de Roberto tem um alvo: 2018, quando ele sonha ser governador do Maranhão. Sonho de vida, de muito tempo. Pra isso, articulou melar acordos do PCdoB em várias cidades do interior com o intuito de enfraquecer o governador Flavio Dino que tem a possibilidade de reeleição em 2018.

Ou seja, tudo que Roberto Rocha tá fazendo é em nome de um projeto próprio de poder. Então, nem dá pra levar a sério quando Asa de Avião cobra ATITUDE do prefeito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário