..

..

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Processo por desvio de recursos da Saúde vira discórdia no clã Sarney/Murad


São fortes os indícios de que as declarações da deputada Andréa Murad criticando Roseana Sarney por ter se omitido na sucessão estadual de 2014 e cobrando dela a promessa de aposentadoria da vida pública, tem tudo a ver com a tentativa da ex-governadora transferir para o ex-secretário de Saúde do Estado, Ricardo Murad, toda a responsabilidade pelo desvio de verbas da saúde pública do Maranhão.
Ao aceitar a denúncia do Ministério Público Estadual, o juiz Fernando Luiz Mendes Cruz, da 7a Vara Criminal, forçou Roseana se manifestar, o que ela fez através das redes sociais e transferiu toda a responsabilidade do suposto desvio de recursos ao cunhado Ricardo Murad, que ficou furioso e mandou a filha aproveitar a declaração de apoio da ex-governadora ao pré-candidato a prefeito pelo PMDB, vereador Fabio Câmara,  para recomendar que ela se aposente de vez da política.
De acordo com o promotor público, Lindonjonson Gonçalves de Sousa, autor da denuncia, os recursos foram desviados do Programa Saúde é Vida e da construção de 64 unidades hospitalares em municípios do interior do Maranhão que consumiram entre 2009 e 2010 cerca de R$ 151 milhões.
Nos bastidores da política local ninguém tem dúvidas de que o destempero da deputada Andréa Murad por conta da declaração de apoio da ex-governadora ao concorrente Fábio Câmara, teria sido uma reação do ex-secretário de Saúde às afirmativas de Roseana de que foi ele o único responsável pela sangria nos cofres da secretaria.
Roseana negou ter assinado ou autorizado atos que ensejaram desvios milionários, deixando Murad furioso e pronto para disparar contra a cunhada, que também está sendo cobrada pelo Procuradoria Geral do Estado a devolver aos cofres públicos R$ 11 milhões por conta de irregularidades em licitação e contratos celebrados com as empresas Lastro Engenharia LTDA e Proenge Engenharia e Projetos na reforma do Hospital Pam Diamante.
Blog do Jorge Vieira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário