.

.

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Governo do Maranhão promove ações da 16ª Semana do Encarcerado na UPR de Coroatá




Um café da manhã aos presos e a apresentação do Vocal Renovar marcaram a abertura oficial da 16ª Semana do Encarcerado na Unidade Prisional de Ressocialização (UPR) de Coroatá. Na ocasião, houve ainda um momento de reflexão bíblica e oração. O evento é uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Sejap).
Representando o secretário Murilo Andrade de Oliveira, o secretário adjunto de Atendimento e Humanização Penitenciária (SAAHP), José Ribamar Cardoso Lima, iniciou os trabalhos falando sobre os direitos dos presos previstos na Lei de Execuções Penais (LEP). “O Governo do Estado tem aplicado de forma integral, em todos os presídios do Maranhão, as assistências previstas na LEP, tais como à saúde, jurídica, tendo a consciência que é um direito que lhes é garantido”, afirmou.
O diretor da UPR de Coroatá, Ederson da Silveira Costa, destacou os trabalhos que são feitos ali no intuito de garantir a disciplina e ressocialização dos apenados. “O Governo do Estado, por meio da Sejap, tem dado apoio para que hoje a unidade de Coroatá possa desenvolver as oficinas de ressocialização e também o fortalecimento da segurança através de capacitação contínua dos agentes”, frisou.
A Juíza da 1° Vara de Execuções Penais (VEP), Josane Araújo Farias Braga, destacou a importância da integração entre as instituições para fomentar as ações de reintegração de homens privados de liberdade à sociedade. “O trabalho conjunto entre o Poder Judiciário, Ministério Público e Defensoria, com a Sejap, é essencial para que ocorram ações muito mais eficazes de ressocialização”, reforçou magistrada.
O evento
No decorrer do evento, dez detentos da UPR de Coroatá que compõem o Vocal Renovar, fizeram uma apresentação. Cantando músicas evangélicas, os internos eram conduzidos ao som do violão tocado por outro apenado, Flávio Rafael, de 30 anos.
“Queremos mostrar um pouco do que sabemos, e hoje nós temos a oportunidade de provar para as pessoas que existem muitas pessoas talentosas nos presídios e que têm direito a uma segunda chance”, contou o interno.
A programação da XVI Semana do Encarcerado no estabelecimento prisional de Coroatá segue com palestras de conscientização sobre os danos causados pelas drogas, humanização nas prisões e direitos e deveres do homem privado de liberdade. Atendimentos de saúde, assistência jurídica, visitas extras com exibição de cinemateca para os filhos dos apenados também fazem parte da programação do evento.
Apac
A Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac) de Coroatá também promoveu a abertura da XVI Semana do Encarcerado. Na oportunidade o secretário adjunto, José Ribamar Cardoso Lima, reiterou o compromisso do Governo do Estado com as associações. “Uma das metas do governador Flávio Dino é fortalecer e ampliar as Apac’s no estado. Até o fim do ano, a previsão é que tenhamos convênio com pelo menos 10 Apac’s”, concluiu ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário