.

.

quarta-feira, 18 de março de 2015

Governo Flávio Dino paga R$ 150 milhões em dívidas deixadas por Ricardo Murad

O novo governo já pagou uma dívida de R$ 150 milhões por suspensão de repasses feita ainda na antiga gestão da Secretaria de Saúde, que era controlada por Ricardo Murad. Só da pasta do cunhado de Roseana Sarney, o governo herdou dívida de R$ 184 milhões por não quitação de débitos contraídos com diversos tipos de contratação e transferências.

Logo de cara, o novo Governo do Estado teve de arcar com dívidas milionárias herdadas de Roseana e Ricardo. Após o resultado das eleições em outubro de 2014, os débitos na pasta passaram a se acumular, chegando a R$ 184 milhões. Além da suspensão de repasses para municípios, houve também paralisação no pagamento de serviços prestados de diversas ordens – desde engenharia até contratação de médicos, enfermeiros e outros serviços.

A reclamação pelo não pagamento começou ainda em 2014, a partir do período de transição do governo de Roseana Sarney para a administração de Flávio Dino. Os repasses para manter em dia a ordem de pagamento do Estado têm demandado grande esforço da nova administração da Secretaria de Saúde, sob coordenação do médico Marcos Pacheco, que realiza pagamento dos serviços prestados a partir de 1º de janeiro de 2015, sem registro de atraso, mas também compensando os pagamentos que deixaram de ser feitos pela gestão de Murad.

No meio do caos deixado propositadamente por Murad, fica claro que a intenção do cunhado de Roseana foi fazer um verdadeiro boicote ao Maranhão. No entanto, a nova equipe garantiu, com trabalho permanente, a quitação dos calotes deixados pelo ex-todo poderoso.

Blog do Garrone.

Nenhum comentário:

Postar um comentário