.

.

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Neto Evangelista intensifica preparação para assumir Secretaria de Estado

Da Agência Assembleia

O deputado estadual Neto Evangelista (PSDB) reuniu-se na tarde desta quarta-feira (12) com o atual Secretário de Estado do Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar (SEDES), Fernando Fialho, e gestores da pasta. A reunião faz parte de uma série de ações do Deputado que deve, a partir de janeiro, assumir o cargo.

Na reunião o Deputado assistiu a treze apresentações que mostraram a atual situação da Secretaria. Fernando Fialho abriu a reunião colocando toda a equipe da SEDES à disposição do futuro Secretário.

“Podemos perceber que existe uma preocupação em dar ênfase nas ações finalísticas que beneficiam a população diretamente. Tudo isso em detrimento do mar burocrático que às vezes interfere na qualidade dos serviços públicos”, afirmou o Deputado.

Nos próximos dias Neto Evangelista deve ter reuniões com cada setor da Secretaria, particularmente, para colher mais detalhes.

Maratona

Evangelista tem dividido seu tempo entre as ações de parlamentar e o planejamento para as políticas de desenvolvimento social do futuro Governo. Na semana passada esteve em Brasília analisando experiências que tiveram êxito no setor. Nos próximos dias, deve viajar mais uma vez, para Goiás, primeiro Estado onde foram aplicadas as estruturas de proteção social e redistribuição de renda nos moldes que temos hoje no Brasil.

“Logo depois das eleições, e após o anúncio de nossa indicação para a SEDES, pelo futuro Governador Flávio Dino, senti a necessidade de começar logo a trabalhar. Estou indo aonde as iniciativas foram positivas no Brasil e, acima de tudo, conversando com os profissionais aqui do Maranhão”, destacou.

Gestão compartilhada

O Deputado afirmou que a próxima gestão da SEDES será participativa e terá como ponto de partida e base a experiência das pessoas, movimentos sociais e entidades que já atuam no setor. “Como Deputado sempre acompanhei a atuação das entidades e dos movimentos sociais nas políticas públicas que envolvem a SEDES. Além deles, também têm papel fundamental os profissionais. Nossa gestão será compartilhada e estes segmentos terão um papel de protagonismo na formulação destas políticas”, garantiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário