.

.

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Prefeita Teresa Murad, que fechou o Hospital Municipal, demonstra não confiar na "saúde britânica" do marido Ricardo ao internar-se em SP

Teresa Murad ao lado do marido Ricardo, secretário de estado de Saúde
Com informações do blog do Luís Pablo

O blog de Luís Pablo informou em primeira mão na noite desta terça-feira, 14, que a mulher do secretário de estado de Saúde, Ricardo Murad, e prefeita de Coroatá, Teresa Murad (ambos do PMDB), fora internada no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo nesta segunda-feira, 13!!!

Ainda segundo a página a prefeita sentiu fortes dores no abdômen e foi levada às pressas para o hospital particular UDI Hospital, em São Luís-MA, no último domingo, 12 e encaminhada no dia seguinte para outro hospital privado, desta vez na capital paulista, considerado por muitos o melhor do país, onde se recupera.

Fontes ligadas a mandatária do município informaram a página citada que o motivo da internação está relacionado a uma doença no figado, mas que passa bem.

A atitude da prefeita demonstra o seu desprezo e o seu baixo índice de confiabilidade nos serviços públicos de saúde oferecidos no país, especialmente no estado do Maranhão, onde seu esposo é secretário de Saúde, comparada pelo mesmo em solo coroataenses aos mesmos serviços oferecidos em países europeus.

Enquanto a "patroa" trata-se em hospital de ponta os seus munícipes sofrem, agonizam e até morrem a espera da reabertura do Hospital Geral Municipal - HGM fechado no primeiro dia do seu governo, nas filas quilométricas da UPA 24hs ou do Hospital Macrorregional de Coroatá, citado erroneamente como referência para o estado.