.

.

terça-feira, 18 de março de 2014

Vergonha: Escola Agrícola de Coroatá, que mesmo fechada recebia o PDDE, é transformada em depósito de material utilizado na construção de presídio




A Escola Municipal Agrícola de Coroatá - EMA, construída na gestão do ex-prefeito Rômulo Augusto, sobrinho da atual prefeita Teresa Murad (PMDB), se encontra fechada desde o início do primeiro dia da nova gestão e, atualmente, tem servido tão somente como depósito para  material utilizado na construção da Unidade Prisional, o que está ocorrendo ao lado.

O antigo prédio da EMA foi anunciada recentemente pelo secretário de estado de Saúde, Ricardo Murad, e pelo reitor José Augusto Silva Oliveira como as futuras instalações do pólo da Universidade Estadual do Maranhão - UEMA, que atualmente, até onde se sabe, deverá funcionar no antigos CE Joaquim Borges, fechado no final do último ano. Mas naquele momento, abril do ano passado, a estrutura física da EMA era anunciada pelo reitor como "devidamente adequada e ampliada poderá sediar o campus universitário com cursos de graduação num breve espaço de tempo".

Mais um fato intrigante, e ao mesmo tempo revoltante, pode ser encontrado no sítio eletrônico do Ministério da Educação, atestando que mesmo fechada a Escola Agrícola recebeu durante todo o ano de 2013 recursos destinado do Programa Dinheiro Direto na Escola - PDDE por, supostamente, atender a 105 crianças, os valores exatos e outras informações poderá ser checada clicando aqui.

Enquanto isso, além de servir como depósito para a obra milionária do governo do Estado, encontra-se completamente abandonada e, não muito distante, sua estrutura física poderá ser comprometida para a utilização em tempos futuros.