.

.

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Simplício Araújo repudia ato de racismo contra jogador


O deputado federal Simplício Araújo (Solidariedade/MA) repudiou, nesta quinta-feira (13), de forma veemente, o ato de racismo sofrido pelo jogador Tinga, do Cruzeiro. Na noite dessa quarta-feira (12), a cada toque na bola do brasileiro a torcida do Real Garcilaso, do Peru, imitava o som emitido pelos macacos.

“Em pleno século XXI é inadmissível, é intolerável cenas como essa. Atitudes racistas, seja no futebol, seja no cotidiano, devem ser punidas de maneira exemplar. Atitudes como essa são um retrocesso para a sociedade”, afirmou o parlamentar.

A Conmebol, entidade máxima do futebol sul-americano e responsável por organizar a Libertadores, usou sua conta oficial em uma rede social para se pronunciar sobre as manifestações racistas. Logo após o encerramento da partida, a instituição condenou a postura racista de torcedores do Real Garcilaso, classificando a atitude como “repudiante”. A entidade prometeu que vai analisar possíveis sanções ao Real Garcilaso e seus torcedores e pediu tranquilidade à torcida do Cruzeiro.