.

.

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Rubens Jr. destaca relatório do senado sobre Pedrinhas

O deputado estadual Rubens Jr. (PCdoB) destacou a repercussão dada pela imprensa nacional para o relatório da diligência realizada pela Comissão de Direitos Humanos (CDH) do senado. O documento foi elaborado após a visita da CDH ao Complexo Penitenciário de pedrinhas no dia 13 de janeiro e detalha a análise dos senadores mediante a visita ao Maranhão.

“A primeira leitura de parte da imprensa, implica em dois desdobramentos: primeiro a força do senador José Sarney diante na CDH e a segunda que a visita não teria sido conclusiva.” Apontou Rubens Jr. durante a sessão plenária desta quinta-feira (13).

A afirmação do deputado foi reforçada pela coluna do jornalista Josias de Souza, correspondente do portal UOL. Na ocasião o jornalista destacou: “Não fosse a reverência dos senadores ao sobrenome Sarney, o relatório da comissão poderia ter realçado que as observações da governadora revelam ingratidão e cegueira. Roseana é ingrata porque cospe no prato que Dilma lhe estendeu ao ordenar ao ministro da Justiça que providenciasse a transferência dos chefões do crime maranhense para cadeias federais”.
Quanto à análise dos senadores, o líder da oposição destacou que foi prejudicada de várias formas, a começar pelo fato de a comissão ter visitado apenas duas unidades das nove que compõem o complexo de Pedrinhas. “A comissão destacou que visitou apenas duas unidades e que provavelmente elas teriam sido maquiadas.” Revelou o deputado.
  
O documento elencou seis medidas sugeridas pela sociedade civil, que devem ser adotadas pelo governo estadual, para mudar a realidade do sistema carcerário maranhense.


O líder do bloco de oposição lembrou que a federalização dos crimes foi pedida por ele durante o exercício parlamentar de 2013, mas que o pedido não foi atendido pela governadora e completou. “A crise desta forma fica longe de se resolver.”