.

.

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Promotor de Saúde diz que secretaria de Saúde do estado não tem nenhum compromisso com Atenção Básica

Herbert Figueiredo critica a postura da SES em relação a
Atenção Básica
Aconteceu nesta segunda-feira (16) a audiência pública que discutiu a Saúde de São Luís. Os secretários do municipio e do estado foram convidados para participar, porém somente César Félix compareceu. Mesmo estando ausente da sessão, Ricardo Murad não foi poupado das críticas, principalmente por parte do promotor de Saúde, Herbert Figueiredo, que disse: "não existe nenhum compromisso da secretarial estadual de Saúde com a Atenção Básica e isso é fundamental".

As críticas surgiram durante o pronunciamento do promotor que ainda falou sobre a necessidade de uma regulação única dos leitos disponibilizados pelos hospitais públicos da capital, sejam eles municipais ou estaduais.

Fábio Câmara que é o principal defensor da gestão de Murad, ouviu calado o posicionamento de Herbert Figueiredo. No entanto o parlamentar preferiu dar enfoque nas suas reclamações feitas diretamente a administração municipal.

Ao fim da audiência público, ficou firmado um acordo com o secretário César Félix e o promotor Herbert que estes iniciaram as conversas para solucionar o problema de ocupação de leitos na capital, sejam eles a ser oferecidos para pacientes de São Luís ou do interior.

Vale a pena explicar que a Atenção Básica é a mesma Saúde Preventiva, que serve para evitar a super lotação de hospitais de emergência como Socorrão I e Socorrão II, caso existisse um investimento maior, o número de pacientes internados seria bem menor.

Com informações do Blog do Diego Emir.