.

.

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Secretário de Segurança passeia em Coroatá à convite de Ricardo Murad algumas horas antes da rebelião estourar em São Luís

O secretário com a prefeita Teresa Murad em seu sítio
Aeronaves utilizadas no transporte e na escolta de Aloísio Mendes (Foto: Allyson Rodrigues/Coroatá Conectado)
Fomos surpreendidos na noite de ontem (09), por volta das 21h30, com a triste notícia do estouro de rebelião na Casa de Detenção de Pedrinhas ocasionada após uma briga entre facções, o que deixou pelo menos sete mortos e 33 feridos, demonstrando a fragilidade e o descaso na segurança pública do “melhor governo da vida” de Roseana Sarney.

Mas nas primeiras horas deste mesmo dia os moradores de Coroatá foram surpreendidos com o barulho das hélices de dois helicópteros do governo estado com os secretários de estado de Saúde, Ricardo Murad, e Segurança Pública, Aloísio Mendes, na companhia da prefeita Teresa Murad.

Aloísio Mendes esteve durante todo o dia na cidade de Coroatá, em sua terceira passagem pelo município (a primeira delas durante as campanhas eleitorais), fez novas promessas ao povo sofrido e repetiu algumas delas.

Durante sua passagem anterior no mês de maio deste mesmo ano, secretário de Segurança Aluísio Mendes prometeu a construção de um mini-complexo penitenciário em caráter de urgência e adoção de medidas para controlar o trânsito coroataense, mas cinco meses depois nenhuma providência foi tomada ou obras foram iniciadas, ao que sabemos, nem mesmo foram licitadas.

Nos cinco meses que sucederam o que vimos foi o aumento da criminalidade, entre os principais acontecimentos podemos citar o assalto a agência local dos Correios, tentativa de roubo ao caixa eletrônico do Banco do Brasil que se encontra localizado no interior do prédio da Prefeitura, diversos estabelecimentos comercias, aumento do número de homicídio, roubos e assaltos, entre outros casos.

E desta vez entre as suas principais promessas estão a reforma e construção das unidades policiais, instalação de sistema de videomonitoramento, reforma da delegacia destruída em incêndio, construção de sede para o destacamento da Polícia Militar e a construção de um Centro de Formação da Polícia.

Como podemos ver, as recentes visitas à Coroatá do secretário Aloísio Mendes, recentemente filiado ao PSDC, podem ser resumidas em uma única palavra: PROMESSAS. Porém, não é segredo que o único objetivo das suas constantes passagens por aqui é a promoção da sua imagem, já que este ambiciona uma das cadeiras da Câmara Federal no próximo ano, destacando-se entre um dos principais queridinhos da governadora Roseana Sarney e do seu secretário de saúde, Ricardo Murad, com o qual deverá fazer “dobradinha” no próximo pleito (o que significa que este será o nome que a prefeita Teresa Murad ao mando do seu esposo tentará empurrar “goela abaixo” dos coroataenses).