.

.

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

É hora de convocar a força nacional, afirmam deputados de oposição

O clima de insegurança instaurado no Maranhão levou a bancada oposicionista da Assembleia a encaminhar uma indicação ao Ministro da Justiça, José Cardoso, solicitando imediato envio da Força de Segurança Nacional ao estado. Os deputados que compõem o Bloco Parlamentar de Oposição afirmam que é evidente a incapacidade de reação e coibição do Sistema de Segurança Público estadual diante dos últimos acontecimentos.

Só no último mês foram registrados 651 homicídios em toda a região metropolitana. Em abril deste ano, foi registrado o maior número de homicídios/mês desde 2009 até hoje. “Toda a cidade vive o clima de insegurança. O governo coloca a culpa no tráfico de drogas e não assume a sua culpa. A governadora prova diariamente que não tem condições de garantir a segurança em todo o estado”, afirma o líder da oposição Rubens Jr.

Rubens Jr. protocolou em maio, um requerimento de convocação do secretário de segurança Aluísio Mendes para esclarecer à população as medidas adotadas pelo governo para combater a insegurança no estado. O secretário foi impedido de prestar esclarecimentos à sociedade porque a maioria dos deputados negou o pedido de convocação e afirmou que não havia necessidade de ouvi-lo, já que o estado vive em "pleno estado de paz".

Segundo dados do orçamento estadual, o governo gastou apenas 1,31% do valor previsto para a formação de recursos humanos em Segurança Pública. Até agosto, foram gastos apenas 31,71% do valor destinado ao policiamento no estado do Maranhão. O secretário Aluísio Mendes dispõe de mais de R$ 91 milhões de reais para gastar com o policiamento no estado até o final do ano, o que significa um investimento de mais de R$ 1 milhão por dia.