.

.

terça-feira, 30 de julho de 2013

SUS (Sistema Único de Sarney): Quem come do pirão prova do cinturão

O "gigante" da Saúde
Do blog do César Bello

O prefeito de Caxias, Léo Coutinho (PSB) no pertinente artigo "Farinha Pouca (Meu Pirão Primeiro)" denuncia retirada de verbas da Saúde de Caxias e critica discurso contraditório de Roseana Sarney.

Roseana Sarney (PMDB) estaria desvirtuando, com intenções eleitoreiras os princípios do SUS- partilha de recurso/equipamentos proporcionais as macro-regiões com maior capacidade de atendimento.

Desde o início da implantação do SUS (Maranhão) ficou estabelecido que haveriam 3 macro-regiões(São Luís, Caxias, Imperatriz). A Sarney criou mais 5 macro-regiões e 19 regiões.

A topografia teve como objetivo dar ao governo poder discricionário, desvirtuando o espírito acordado no Sistema Único de Saúde. Tudo sem a devida homologação do Ministério da Saúde.

Para o leitor avaliar a descriminação na repactuação de verbas/equipamentos, o governo de Roseana Sarney destina para o Hospital de Coroatá, (22 leitos) 5 milhões para despesa de custeio.

Foram retirados 41 municípios/verbas de atendimento da Macro-Região Caxias. Ainda assim a Prefeitura de Caxias manteve a mesma quantidade de atendimentos. O deficit é de 7 milhões.

Qual a receita da Saúde no Maranhão? "Quem come do meu pirão, prova do meu cinturão". Coroatá é feudo dos Sarney/Murad. Caxias bem administra pelos Coutinhos é ligada a Flávio Dino (PCdoB).

O povo sofre com a discriminação das verbas do Sistema Único de Saúde. O SUS no Maranhão é Sistema Único do Sarney. "Todo poder emana de Sarney, em nome dos 3 filhos será exercido".