.

.

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Revista VEJA desmente secretário de saúde do Maranhão, afirma Simplício Araújo

Foto: Robson Gonçalves
O deputado federal Simplício Araújo (PPS/MA) destacou nesta segunda-feira (15), reportagem da revista VEJA em que o Maranhão, mais uma vez, é o modelo a não ser seguido pelo Brasil. Enquanto o secretário estadual de saúde, Ricardo Murad (PMDB), proclama aos quatro ventos que a saúde no estado é modelo para o resto do país, a revista Veja mostra o sofrimento vivido pela população da segunda maior cidade do estado, Imperatriz.

O Maranhão é o estado com o menor número de médicos do país. O Hospital Municipal de Imperatriz possui apenas 400 leitos, é o único da região com UTI e mesmo assim conta com apenas 30 vagas. O hospital de Matões do Norte, pronto desde 2011, mas que não recebe nenhum paciente e faz parte do programa “Saúde é Vida” do governo Roseana Sarney é outro exemplo do descaso com o dinheiro público.

“Não podemos aceitar o que vem sendo feito com a saúde do Maranhão. O governo estadual tem a coragem de dizer que nossa rede de hospitais e o sistema de saúde é um exemplo para o resto do país. Balela. Conversa para boi dormir. O povo que está ali, sofrendo a espera de atendimento sabe que o dinheiro enviado não é alocado onde deveria. Temos casos como o de Coroatá, onde o derrame de dinheiro salta aos olhos e ninguém tem coragem de investigar”, afirmou o deputado.